Amundi fecha a compra da Lyxor por 825 milhões de euros

Amundi Lyxor, Amundi fecha a compra da Lyxor por 825 milhões de euros
Créditos: Scott Graham (Unsplash)

Num breve comunicado, a Amundi anunciou o encerramento da compra à Société Generale da Lyxor AM, depois de ter recebido todas as autorizações regulamentares e de concorrência necessárias.

Esta operação, que se deu a conhecer no mês de abril, ficou completa dois meses antes do previsto e por um valor de 825 milhões de euros, explica o comunicado.

Fundada em 1998, a Lyxor é um dos principais atores do mercado de ETF na Europa e desenvolveu uma reconhecida experiência na gestão de ativa, em particular através da sua plataforma de ativos alternativos. Por seu lado, a Amundi é a maior gestora europeia com ativos sob gestão que ascendem a 1,8 biliões de euros distribuídos entre 100 milhões de clientes (de retalho, institucionais e corporativos).

Embora neste comunicado apenas se tenha confirmado a compra, em abril explicou-se que com esta operação a Amundi procurava beneficiar de fortes alavancas para acelerar o seu desenvolvimento no segmento de ETF de rápido crescimento. E também, complementar a oferta em gestão ativa, sobretudo em ativos alternativos líquidos e em soluções de consultoria.

Relativamente ao primeiro, há que dizer que a soma de ambas as partes representa, segundo dados da Morningstar no final de novembro, um património conjunto em ETF europeus no valor de 182.000 milhões de euros, convertendo-se esta nova gestora na segunda maior do mercado de ETF europeus ao superar a Xtrackers (DWS).