Chart of the Week – Evolução da duração estimada num portefólio 60-40

balança noticia
Créditos: Theme Inn (Unsplash)

No ‘Chart Of The Week’ desta semana mostramos a evolução da duração estimada num portefólio 60-40 de ativos norte-americanos, com base no pressuposto de que não são só as obrigações que têm duration. Pelo menos é o que argumenta Jeroen Blokland, responsável de Multi Asset e gestor da Robeco num artigo recentemente publicado na FundsPeople, que considera que devido à evolução do mercado nos últimos anos, é provável que os investidores tenham mais duration em carteira do que pensam.

Graças ao gráfico que partilha Jeroen Blokland, podemos ver como a duration média das ações, calculada como o inverso da dividend yield, aumentou e é muito mais alta do que a das obrigações. 

A duration das ações aumentou tanto na última década devido ao maior peso do setor tecnológico, argumenta. São valores com alta duração pela sua sensibilidade às taxas de juro. E estão em máximos históricos. “A duration das carteiras aumentou significativamente, porque a duration das obrigações e das ações cresceu”, afirma Blokland.