Credit Suisse AM distinguida como melhor entidade gestora internacional de fundos de ações

credit suisse
Photo by Jan Huber on Unsplash

A Credit Suisse Asset Management foi uma das entidades gestoras que mais entradas líquidas registou na Europa no ano de 2020. Ao passo que, a 30 de junho de 2020, contava com 398 biliões de euros em AuM. Com efeito, o seu comportamento culminou com a atribuição do prémio de melhor entidade gestora internacional de fundos de ações, na edição 2021 dos prémios Morningstar.

De fato, o Credit Suisse Digital Health Equity Fund, um dos seus fundos de ações disponível em Portugal para comercialização, foi um dos mais rentáveis de 2020. Ao mesmo tempo, este é também um produto distinguido com Selo FundsPeople 2021 pela classificação de Blockbuster.

Na componente acionista, a entidade gestora oferece uma ampla seleção de produtos que vão desde a indexação passiva até produtos de ações long e long/short geridos ativamente, com o objetivo de superar os seus respetivos benchmarks. A gestora está também muito presente relativamente ao tema ESG. Neste sentido, a Credit Suisse AM pretende migrar muitos dos seus produtos, visando cumprir vários critérios "verdes".

Por fim, a Credit Suisse AM conta com três estratégias de investimento destacadas com Selo FundsPeople 2021. Duas com a classificação de Consistente (a Credit Suisse European Dividend Plus Equity Fund e a Credit Suisse Global Dividend Plus Equity Fund). E uma com a classificação de Blockbuster (a Credit Suisse Digital Health Eq Fund).