Fundos imobiliários mantêm tendência de descida

, Fundos imobiliários mantêm tendência de descida
Eternos Indicadores, Flickr, Creative Commons

Os dados apresentados pela CMVM, relativos ao mês de maio, voltam a apresentar uma queda no valor sob gestão do agregado dos fundos imobiliários nacionais. Este valor agora totaliza aproximadamente 10.840 milhões de euros, um valor inferior ao anterior em 110 milhões (-1,01%).

, Fundos imobiliários mantêm tendência de descida

O principal contribuidor da queda apresentada são os fundos de investimento imobiliários fechados com uma queda de 138,2 milhões. Contudo, os fundos abertos subiram cerca de 23,9 milhões e totalizam agora os 3.894,9 milhões de euros, o equivalente a 36,05% do mercado imobiliário.

, Fundos imobiliários mantêm tendência de descida

Olhando agora para os fundos imobiliários abertos, podemos notar um movimento claro de fuga do setor industrial durante o mês anterior. Podemos ainda ver que os serviços e comércio continuam a liderar a tabela (com aproximadamente 75%) que identifica a finalidade dos imóveis detidos.

Square AM cada vez mais líder

, Fundos imobiliários mantêm tendência de descida

Apesar das quedas presentes no mercado português de fundos de investimento imobiliário (FII) e fundos especiais de investimento imobiliário (FEII), a Square AM continua o bom trabalho. A gestora de fundos imobiliários ganhou 28 pontos percentuais de quota de mercado, estando agora a 140 pontos base da segunda classificada, a Interfundos. Em terceiro lugar, e para completar o pódio, temos a Caixa Gestão de Ativos com cerca de 8,4% de quota de mercado.

Por fim, importa apenas destacar que durante o mês de maio deu-se a liquidação do Organismo de Investimento Imobilário Fechado Imomarinas gerido pela Imofundos