Fundos multiativos nacionais que mais valorizaram nos últimos 3 anos, por categoria

fundos multiativos nacionais, Fundos multiativos nacionais que mais valorizaram nos últimos 3 anos, por categoria
Créditos: Scott Webb (Unsplash)

No mercado nacional de fundos mobiliários, encontramos vários fundos multiativos, cada um inserido nas respetivas categorias de investimento da Morningstar, consoante se são produtos mais agressivos, moderados, cautelosos ou flexíveis. Depois de analisarmos os retornos num período de três anos dos fundos de ações e obrigações, chega a altura de olharmos para as rentabilidades absolutas dos fundos mistos. Mas porque não só o retorno absoluto importa, apresentamos também um Top 3 das estratégias que mais valorizaram tendo em conta o risco que assumiram, por categoria. Assim, conseguimos analisar quais foram os fundos multiativos nacionais que maior retorno registaram e quais foram geridos mais eficientemente nestes últimos três anos, onde foram apresentados muitos desafios e contextos imprevisíveis aos gestores.

De sublinhar que, para esta análise, apenas foram considerados os produtos nacionais com dados na Morningstar Direct nos últimos três anos, com referência a março de 2022.

Multiativos agressivos

Entre os fundos multiativos agressivos, o IMGA Alocação Dinâmica é o produto em destaque. Gerido pela IM Gestão de Ativos, é o fundo mais rentável em termos absolutos não só desta categoria Morningstar, mas do universo geral de fundos multiativos, nos últimos três anos. De acordo com os dados da empresa de análise independente, o fundo tem cerca de 81 milhões de ativos sob gestão, e obteve uma rentabilidade anualizada de 6,1% no período de março de 2019 a março de 2022.

Observando a ficha mensal deste produto, vemos que o ano de 2019 foi o ano mais positivo para o fundo, ano em que alcançou um retorno anual de 18,4%. Atualmente, mais de 75% da carteira está investida em ações, 10% em obrigações, 9% alocada a liquidez e 4,7% a retorno absoluto. De notar que se trata de um fundo de fundos, distinguido com Rating FundsPeople 2022.

FundoRating FundsPeople 2022Entidade gestoraCategoria MorningstarRetorno anualizado a 3 anos (%)Desvio padrão a 3 anos (%)
IMGA Alocação DinâmicaSimIM Gestão de AtivosAggressive Allocation - Global6.1013.57
Santander Private DinâmicoSantander Asset ManagementAggressive Allocation4.849.57
Santander Select DinâmicoSimSantander Asset ManagementAggressive Allocation - Global4.609.53
Fonte: Morningstar Direct. Dados em euros, com referência a março de 2022.

Ao colocarmos o risco assumido sob análise, é o Santander Private Dinâmico, da Santander AM, que sobressai nesta categoria de multiativos, alcançando um retorno por unidade de risco a três anos de 0,51%.

FundoRating FundsPeople 2022Entidade gestoraCategoria MorningstarRetorno anualizado a 3 anos (%)Desvio padrão a 3 anos (%)Retorno por unidade de risco
Santander Private DinâmicoSantander Asset ManagementAggressive Allocation - Global4.849.570.51
Santander Select DinâmicoSimSantander Asset ManagementAggressive Allocation4.609.530.48
IMGA Alocação DinâmicaSimIM Gestão de AtivosAggressive Allocation - Global6.1013.570.45
Fonte: Morningstar Direct. Dados em euros, com referência a março de 2022.

Multiativos moderados

Ao passarmos para os multiativos cautelosos, é um fundo da Bankinter GA que está em destaque. Falamos do Bankinter 75 PPR/OICVM, que também ostenta Rating FundsPeople 2022. Mais concretamente, esta estratégia registou um retorno anualizado a três anos de 5,6%.

FundoRating FundsPeople 2022Entidade gestoraCategoria MorningstarRetorno anualizado a 3 anos (%)Desvio padrão a 3 anos (%)
Bankinter 75 PPR/OICVMSimBankinter GA Sucursal em PortugalModerate Allocation - Global5.6511.69
Caixa Seleção Global ArrojadoSimCaixa Gestão de AtivosModerate Allocation - Global5.2110.46
Caixa Wealth ModeradoSimCaixa Gestão de AtivosModerate Allocation - Global5.078.52
Fonte: Morningstar Direct. Dados em euros, com referência a março de 2022.

Contudo, é novamente um fundo da BPI Gestão de Ativos que está em destaque em termos de rentabilidade por unidade de risco mais elevado. Trata-se do fundo BPI Dinâmico, que alcançou um retorno a três anos de 4,5%, um desvio padrão de 6,6%, o que faz o fundo obter um retorno por unidade de risco de 0,68% - o valor mais elevado entre todas as categorias analisadas.

FundoRating FundsPeople 2022Entidade gestoraCategoria MorningstarRetorno anualizado a 3 anos (%)Desvio padrão a 3 anos (%)Retorno por unidade de risco
BPI DinâmicoSimBPI Gestão de AtivosModerate Allocation - Global4.526.610.68
Caixa Wealth ModeradoSimCaixa Gestão de AtivosModerate Allocation - Global5.078.520.60
Caixa Seleção Global ArrojadoSimCaixa Gestão de AtivosModerate Allocation - Global5.2110.460.50
Fonte: Morningstar Direct. Dados em euros, com referência a março de 2022.

Multiativos cautelosos

Na categoria Morningstar Cautious Allocation, o Incometric Fund Heed Patrimonio, da Heed Capital, é aquele que regista maior rentabilidade anualizada. Segundo a empresa de análise independente, este fundo valorizou cerca de 5,7% ao ano nos últimos três anos.

FundoRating FundsPeople 2022Entidade gestoraCategoria MorningstarRetorno anualizado a 3 anos (%)Desvio padrão a 3 anos (%)
Incometric Fund Heed PatrimonioADEPA Asset Management (Heed Capital)Cautious Allocation - Global5.7412.65
NB PPR/OICVMSimGNB Gestão de AtivosCautious Allocation3.929.87
Alves Ribeiro PPR/OICVMSimInvest Gestão de ActivosCautious Allocation3.818.90
Fonte: Morningstar Direct. Dados em euros, com referência a março de 2022.

Contudo, nesta categoria, o fundo que foi gerido de forma mais eficiente nos últimos três anos foi o BPI Moderado da BPI Gestão de Ativos. Por cada unidade de risco assumida, este fundo com Rating FundsPeople 2022 apresenta um retorno de 0,6%.

FundoRating FundsPeople 2022Entidade gestoraCategoria MorningstarRetorno anualizado a 3 anos (%)Desvio padrão a 3 anos (%)Retorno por unidade de risco
BPI ModeradoSimBPI Gestão de AtivosCautious Allocation - Global2.484.160.60
Caixa Wealth DefensivoSimCaixa Gestão de AtivosCautious Allocation - Global2.434.970.49
Incometric Fund Heed PatrimonioADEPA Asset Management (Heed)Cautious Allocation - Global5.7412.650.45
Fonte: Morningstar Direct. Dados em euros, com referência a março de 2022.

Multiativos flexíveis

Por fim, chegamos aos multiativos flexíveis, onde o Top 3 dos que mais valorizaram é composto pelo OPTIMIZE SICAV Global Flexible, White Fleet III - Haitong Flexible Fund e OPTIMIZE SICAV Europe Value. Destes, o que registou maior rentabilidade anualizada no período em questão foi o OPTIMIZE SICAV Global Flexible, da Optimize IP, domiciliado no Luxemburgo. O produto valorizou cerca de 5,3% nos últimos três anos. Atualmente, segundo a Morningstar, a maioria da carteira está investida em ações.

FundoRating FundsPeople 2022Entidade gestoraCategoria MorningstarRetorno anualizado a 3 anos (%)Desvio padrão a 3 anos (%)
OPTIMIZE SICAV Global FlexibleAndbank AM (Optimize IP)Flexible Allocation - Global5.3012.73
White Fleet III - Haitong Flexible FundMultiConcept Fund Management (Haitong)Flexible Allocation - Global4.2110.64
OPTIMIZE SICAV Europe ValueAndbank AM (Optimize IP)Flexible Allocation3.4012.70
Fonte: Morningstar Direct. Dados em euros, com referência a março de 2022.

Quando temos em conta a relação entre rentabilidade e risco, apenas um fundo se altera no Top 3. Assim, entra para o ranking o BPI Global, da BPI Gestão de Ativos. No entanto, é novamente o OPTIMIZE SICAV Global Flexible que mais alcança maior valor nesta métrica.

FundoRating FundsPeople 2022Entidade gestoraCategoria MorningstarRetorno anualizado a 3 anos (%)Desvio padrão a 3 anos (%)Retorno por unidade de risco
OPTIMIZE SICAV Global FlexibleAndbank AM (Optimize IP)Flexible Allocation - Global5.3012.730.42
White Fleet III - Haitong Flexible FundMultiConcept Fund Management (Haitong)Flexible Allocation - Global4.2110.640.40
BPI GlobalBPI Gestão de AtivosFlexible Allocation - Global3.2410.400.31
Fonte: Morningstar Direct. Dados em euros, com referência a março de 2022.