Pictet restringe novamente os pedidos de subscrição do Pictet Global Environmental Opportunities

Pictet, Pictet restringe novamente os pedidos de subscrição do Pictet Global Environmental Opportunities
Créditos: Jan Kopřiva (Unsplash)

No passado dia 3 de março, a gestora Pictet anunciou um soft close do seu fundo Pictet Global Environmental Opportunities com o objetivo de preservar os participantes, já que o fundo atingiu um volume de 6.900 milhões de euros. No entanto, esta limitação não impediu que aqueles que já eram investidores no fundo tivessem continuado a subscrever novas participações (poderiam fazê-lo com um limite de um milhão de euros por dia).

O resultado é que, no final de agosto, o fundo já geria um valor patrimonial de 9.300 milhões de euros e esse crescimento, para o qual o rally do mercado também contribuiu, levou a gestora a limitar novamente a entrada de dinheiro neste fundo, que tem Selo FundsPeople 2021 pela sua classificação de Blockbuster e Consistente. O objetivo, o mesmo de quando anunciou o soft close: proteger os interesses dos investidores atuais.

De 1 milhão por dia a 10 milhões por mês

Concretamente, a decisão tomada pela gestora consiste em colocar um limite de 10 milhões de euros por mês nos pedidos de subscrição dos investidores existentes (não aceita novos participantes desde março). Ou seja, se até agora o limite era de um milhão por dia, agora são 10 milhões, mas um mês.

“Para nós, a principal prioridade reside na qualidade do resultado, por isso estabelecemos limites mais rigorosos para manter os objetivos e princípios de diversificação necessários para uma implementação eficiente da estratégia”, afirma Jennifer Boscardin-Ching, especialista da equipa de Investimento Temático da Pictet AM à FundsPeople. Gerem assim a capacidade do fundo no âmbito do processo de investimento com o objetivo de proteger a rentabilidade e a criação de alfa e optam por estabelecer novos limites antes de a capacidade de a estratégia ser ultrapassada.

“Os fatores que determinam o encerramento parcial incluem liquidez, recursos, estilo de investimento e geração de alfa.  Não é simplesmente uma função do universo investível. De facto, o volume ideal varia com cada estratégia”, esclarece.

No entanto, esses limites apenas afetam as subscrições, uma vez que os reembolsos não são afetados, independentemente do montante solicitado.  

Um dos maiores fundos do mercado

O Pictet Global Environmental Opportunities é um dos mais interessantes entre os investidores, não só ibéricos, mas também europeus. De facto, trata-se do segundo maior mercado, entre os classificados nos termos do artigo 9.º do novo regulamento europeu de sustentabilidade SFDR.

Trata-se de um fundo de investimento temático global, baseado em megatendências com um estilo de investimento GARP, (Crescimento a Preço Razoável), com gestão ativa (active share, proporção do peso de cada ação no fundo no que diz respeito ao índice de referência) e viés de qualidade, tentando evitar valuations extremas.  A estratégia, lançada em 2014, baseia o seu investimento em empresas que fornecem soluções para os desafios ambientais através do enquadramento de fronteira planetária do Centro de Resiliência de Estocolmo. Este ano tem uma rentabilidade de 17,9%, de acordo com os dados da Morningstar.