Prémios APFIPP 2022: melhor fundo PPR com risco 5

america usa
Créditos: Jorge Alcala (Unsplash)

O prémio que distingue o melhor fundo PPR com nível de risco 5 na última edição dos prémios APFIPP foi entregue ao PPR SGF Stoik, da SGF.

O fundo gerido por Luís Lobo Jordão foi constituído em fevereiro de 2016, sendo que conta com mais de 6 anos de histórico. Segundo o gestor, em entrevista recente à FundsPeople, o fundo procura ser "um complemento ao sistema de segurança social que, previsivelmente, será insuficiente no futuro”

O fundo é maioritariamente composto pelo segmento acionista, contando com uma exposição máxima de 75%. O gestor explica a importância desta classe: "Não existem muitas opções com maior proporção de ativos de crescimento como as ações”. Esta tem sido uma abordagem vencedora visto que o PPR foi recentemente destacado na análise de retorno/risco a 3 anos, elaborada pela FundsPeople.

Composição da carteira

À data de 31 de agosto a carteira contava com posições em veículos de gestão passiva e investimento direto de ações de empresas.

As maiores posições do PPR são em instrumentos de gestão passiva que atuam no segmento obrigacionista. Dentro deste, no Top 3, temos um ETF que acompanha a dívida global corporativa, um que acompanha a dívida em mercados emergentes e, para finalizar, um ETF que acompanha o segmento high yield global.

No que concerne as linhas de investimento direto, é evidente uma maior exposição aos Estados Unidos da América. Apesar de conseguirmos observar uma distribuição bastante uniforme, a maior aposta da carteira é feita na Alphabet. Segue-se a Amazon e, a fechar o Top 3, a o ADR da Tencent.