As gestoras com a gama mais consistente em Portugal em 2023

Vemos cada ano que passa como um ano inconsistente face aos anteriores. Por exemplo, em 2016 o Brexit seria a grande inconsistência que iria impactar os mercados. Em 2018, a inconsistência estaria em torno da relação comercial entre os Estados Unidos e a China, enquanto que em 2020 uma grande inconsistência secular teve consequências inesperadas nos mercados: a pandemia de Covid-19. Contudo, todas estas inconsistências não foram tão impactantes, pela negativa, para a performance de fundos de investimento, como o cocktail de inflação, crescimento e baixo desemprego que nos trouxe ao momento atual. Muito poucas carteiras ficaram imunes e a consistência de retorno e risco, como medida pelo modelo que compõe uma das pernas do Rating FundsPeople, foi bastante afetada. Contudo, alguns ajustes que se puseram em prática em 2023 permitiram contornar parte desse impacto, como se poderá ler mais adiante.

Detalhes sobre a metodologia

Em 2023 a equipa de Análise da FundsPeople introduziu algumas mudanças na metodologia do pilar quantitativo do Rating FundsPeople. Se esta se mantivesse estática, muito menos fundos coincidiriam nos percentis superiores de retorno e risco. No entanto, havíamos decidido, com o alargamento da amplitude do universo considerado no cálculo para todo o universo de fundos da zona euro, que o objetivo do pilar quantitativo seria destacar 10% da oferta europeia de fundos, o que se traduz em percentagens similares no universo registado em cada país. 

Posto isto, um total de 294 fundos destacam-se no universo local por serem Consistentes no Rating FundsPeople 2023, o que faz com que quase 90 gestoras se destaquem em Portugal por terem esses fundos sob a sua alçada. É nessas entidades que focamos esta análise. 

Para o cálculo do ranking das entidades gestoras com a oferta mais consistente em 2023 em Portugal considerámos o número de fundos que obtêm o Rating FundsPeople 2023, por esta via, em percentagem da oferta da gestora no país que cumpre os critérios para entrar no universo de cálculo: mínimo de três anos de historial de retorno e risco, e dimensão mínima de 10 milhões de euros em ativos sob gestão a 31 de dezembro de 2022. Nunca é demais relembrar que não consideramos fundos indexados, de mercado monetário, de obrigações de ultra curto prazo, maturidade ou data objetivo. 

Entidades gestoras com gama disponível mais ampla (35 fundos ou mais)

GestoraFundos ConsistentesAuM em Fundos Consistentes (Milhões de Euros)Total de FundosAuM no Total de Fundos (Milhões de Euros)Fundos Consistentes / Total de FundosAuM Consistente / AuM Total
M&G1316 9366054 52322%31%
Janus Henderson83 9704030 44820%13%
JPMorgan AM1520 518104167 98514%12%
Columbia Threadneedle53 3803612 42814%27%
Neuberger Berman56 7233924 92613%27%
T. Rowe Price57214016 57113%4%
Fidelity International1120 02289117 79512%17%
NN IP63 8515227 00912%14%
Goldman Sachs IM74 8026144 82111%11%
Schroders1421 718124105 55511%21%
PIMCO53 18447143 46911%2%
BNY Mellon41 9093912 77710%15%
Pictet AM610 7266290 86210%12%
Nordea AM616 2906366 76310%24%
DWS82 9778760 1459%5%
AllianceBernstein39 6204064 1538%15%
UBS AM52 0897140 4887%5%
BlackRock79 967102160 5587%6%
Credit Suisse AM21533614 6736%1%
Ninety One21 2813626 1896%5%
Invesco45 5897849 2685%11%
Franklin Templeton53 0129862 5775%5%
BNP Paribas34 2615946 2795%9%
AXA IM31 3767142 4844%3%
Morgan Stanley IM21 4115165 7374%2%
Allianz Global Investors33 4828299 9354%3%
Eurizon26115863 3363%1%
Amundi25 0377967 1093%8%
UBP11 4444112 3692%12%
HSBC15695820 1802%3%

Repartimos as entidades por dimensão da sua oferta registada no país com estes critérios. Uma gestora com uma oferta integral ou mais vasta, não deve ser avaliada pelos mesmos critérios que uma entidade mais focada, na sua oferta, e menos ainda que uma gestora boutique. Muito embora algumas entidades possam não encaixar nestas definições, é o critério mais objetivo de repartição do universo de gestoras nesta análise. E começando pelas maiores, é a M&G Investments que se destaca das demais. 

A entidade gestora tem 13 dos seus 60 fundos considerados classificados com o Rating FundsPeople pela sua consistência. Além disso, é também aquela que apresenta um maior volume de ativos em produtos consistentes em relação à oferta total considerada, com 31%. Alicia García, responsável da M&G Investments para Portugal e Espanha, acredita que “o enfoque nos fundamentais por detrás de cada ativo a incluir na carteira são um claro diferenciador” da oferta. Destaca também a capacidade para “manter a cabeça fria durante alguns episódios de mercado para poder discriminar entre oportunidades táticas e riscos”, uma característica importante em momentos de mercado como temos visto desde a pandemia. 

A entidade gestora mostra os seus bons resultados em categorias muito distintas de obrigações, desde high yield a corporativas, passando por obrigações indexadas à inflação. Em ações, destacam-se as ações globais de elevada capitalização, mas também ações do setor de infraestruturas. De notar também a presença no mix de fundos consistentes da casa, de um fundo de ações - nas suas vertentes britânica e luxemburguesa - com o objetivo de investir em empresas que contribuem para os objetivos do Acordo de Paris. 

Dois dos 13 fundos acumulam o pilar da consistência com o destaque dos analistas do sul da Europa, enquanto um fundo o acumula com o pilar blockbuster, M&G (Lux) Global Floating Rate High Yield Fund. Segundo Alicia García, em Portugal, a ampla oferta de entidade gestora encaixa bem em clientes de banca privada e gestão discricionária, aqueles que se têm revelado ser os principais clientes. Contudo, vê “cada vez mais oportunidades em clientes mais institucionais como seguradoras e fundos de pensões”. 

Seguem-se à M&G, na tabela, a Janus Henderson, com 20% da sua oferta classificada como consistente, e a J.P. Morgan AM e a Columbia Threadneedle, ex aequo, com 14%. 

Entidades gestoras com gama disponível de dimensão intermédia (mais que 10 fundos e menos de 35)

GestoraFundos ConsistentesAuM em Fundos Consistentes (Milhões de Euros)Total de FundosAuM no Total de Fundos (Milhões de Euros)Fundos Consistentes / Total de FundosAuM Consistente / AuM Total
BlueBay AM109 5482719 98737%48%
GNB Gestão de Ativos54731495236%50%
Polar Capital54 7511411 79436%40%
Man Group54 8391712 50929%39%
Nomura AM52 885188 35728%35%
Banque de Luxembourg Investments52 6142210 49823%25%
Jupiter AM71 5453215 24222%10%
Carmignac43 6601918 34121%20%
Candriam76 3063427 05121%23%
Lazard41 7662014 79220%12%
Wellington Management52 4932523 77820%10%
Crédit Mutuel Alliance Fédérale31 236165 86319%21%
ODDO BHF32 743179 28818%30%
Degroof Petercam AM35 0771814 60317%35%
Comgest24 1061510 94013%38%
Capital Group31 0952523 83912%5%
GAM31 8312510 24012%18%
Natixis24 6961715 39712%30%
Allspring1102132 2448%5%
BPI Gestão de Ativos149142 3037%2%
Flossbach von Storch11501448 8357%0%
New Capital UCITS Fund1197164 3106%5%
abrdn23223321 5116%1%
CPR Asset Management11 0171912 7815%8%
Caixa Gestão de Ativos12 164205 6375%38%
Barclays IM172234 1514%2%
Azimut11 6703212 2203%14%

Olhando para as gestoras com uma dimensão intermédia - entre 10 e 35 fundos no universo de cálculo - sobressai a RBC Bluebay. A entidade gestora, especialista em rendimento fixo, tem 10 de 27 fundos classificados com o Rating FundsPeople 2023 pela sua consistência. Isto perfaz 37% da oferta considerada. Em termos de ativos concentrados em estratégias consistentes, no entanto, não é a melhor posicionada, mas fica pelo segundo lugar. Segundo Borja Mateo, diretor de Desenvolvimento de Negócio na Península Ibérica da RBC BlueBay, a “plataforma de rendimento fixo da BlueBay incorpora o melhor do investimento alternativo e tradicional numa única plataforma, com uma equipa de especialistas de investimento com profundos recursos. De facto, todos os fundos consistentes investem em ativos de rendimento fixo, em segmentos tão distintos como obrigações do setor financeiro, de mercados emergentes, high yield, corporativas ou soberanas.  Não obstante, o profissional deixa claro que as equipas de investimento da casa fornecem o acesso, não só, a “conhecimentos especializados em rendimento fixo”, como também a “competências amplas em ações, uma abordagem integrada de ESG, e estratégias de investimento de impacto”.  

Segundo conta, a procura pelos seus fundos em Portugal é, principalmente, de cariz institucional, nomeadamente de gestores de carteiras discricionárias, fundos de fundos, e fundos de pensões. “Trabalhamos com os nossos clientes para proporcionar um desempenho ótimo de investimento que satisfaça os seus requisitos específicos.” 

Descendo no ranking, destaque importante entre as entidades de dimensão intermédia para a GNB Gestão de Ativos. A entidade gestora nacional do grupo novobanco partilha com a Polar Capital o segundo lugar do ranking por número de fundos, mas lidera quando falamos de ativos concentrados em fundos consistentes. 

Por fim, entre as entidades com a oferta mais reduzida, a comparação é menos informativa. Muitas das entidades que lideram fazem-no porque os poucos fundos em que se especializam e disponibilizam revelaram os seus bons resultados nos anos mais recentes. É difícil destacar algumas de entre as 30. 

A consistência de resultados é, sem dúvida, um dos aspetos mais desafiantes do investimento. As condições de mercado mudam rapidamente e, principalmente, de forma imprevisível. Algumas destas gestoras, no entanto, albergam gestores e equipas de gestão que têm ultrapassado este desafio com medalha de ouro. 

Entidades gestoras com gama disponível mais reduzida (10 fundos ou menos)

GestoraFundos ConsistentesAuM em Fundos Consistentes (Milhões de Euros)Total de FundosAuM no Total de Fundos (Milhões de Euros)Fundos Consistentes / Total de FundosAuM Consistente / AuM Total
Acatis26 26926 269100%100%
Aviva16501650100%100%
Davy187187100%100%
Ecofi153153100%100%
Prescient26982698100%100%
Ruffer16 38416 384100%100%
SCOR16121612100%100%
Vanguard21 04932 08267%50%
Barings13 81028 40250%45%
BTG Pactual180214250%57%
Eleva Capital25 10249 11050%56%
ICG256742 17150%26%
Bradesco173328933%25%
Carne11 16831 34333%87%
ETHENEA135032 39233%15%
Mercer Global Investments21 47766 80233%22%
DNB AM278282 49325%31%
Evli114642 69125%5%
Generali12 36445 02625%47%
MultiConcept1195450525%39%
AEGON273696 28522%12%
Mirae Asset242091 67422%25%
RAM Active Investments2619101 26920%49%
CaixaBank AM136658417%6%
Fisher Investments129361 21517%24%
Lumyna169571 79114%39%
MainFirst14271 31714%3%
Liontrust15291 69611%3%
Muzinich11 056917 67611%6%
Ofi Invest16792 06611%3%
Fonte das tabelas: Elaboração própria com dados da Morningstar Direct. É considerado como Total de Fundos o números de fundos registados no país que cumprem os critérios de histórico, dimensão e categoria  para fazer parte do universo considerado no cálculo do pilar de consistência do Rating FundsPeople. As entidades gestoras são repartidas pelo número de fundos com os critérios necessários que compõe a oferta registada no país.