O que é um short squeeze, o termo do momento em Wall Street?

Short squeeze curtos gme gamestop hedge funds

Em Wall Street não se fala tanto de resultados, nos últimos dias. Nem da reunião da Fed. Nem dos efeitos que a demora na distribuição das vacinas pode ter sobre aquela tão esperada recuperação económica. Pelo menos não se fala tanto de tudo isto como de uma empresa que até então era pouco conhecida: a Gamestop.

A empresa de retalho de videojogos realizou uma verdadeira recuperação de valor de mercado nos últimos dias. Em apenas cinco dias, as suas ações passaram de 45 dólares para mais de 400. A razão? Uma ação coordenada por meio do fórum Reddit por investidores individuais para comprar as ações da empresa. Um movimento que traz polémica e também um certo romantismo que tem levado alguns hedge funds a sofrer o que se conhece como short squeeze.

O que é um short squeeze?

O short squeeze ou o estrangulamento de posições curtas ocorre quando uma ação ou outro ativo sobe de forma acentuada, forçando os agentes de mercado que apostaram na queda do preço a comprar ações para fechar posições e evitar perdas ainda maiores.

Tudo começa quando um investidor, normalmente grandes investidores institucionais, como hedge funds, pede emprestadas ações de uma empresa que acreditam que sofrerá uma queda de preço num determinado momento que vendem no mercado. Realizando-se essa queda, a expetativa é de recompra dessas ações, a um preço mais barato, que devolvem à entidade ou investidor que as emprestou realizando ganhos com a operação. Se errarem nas suas previsões, o resultado será exatamente o oposto.

Diz-se que quando uma ação sobe muito repentinamente, os investidores que apostavam num cenário bear são apanhados numa armadilha, e são forçados a comprar títulos daquela empresa que acreditavam que perderia valor, o que exacerba o movimento de subida e causa um ciclo vicioso do qual é difícil sair. No final das contas, cada operação de compra de um investidor provoca um novo aumento de preço que força outro investidor a comprar. É especialmente gravosa a consequência de errar numa posição curta, porque o downside é ilimitado – não há limite superior para o preço de uma ação – enquanto que numa posição longa a perda máxima (sem alavancagem) é de 100% se o preço descer para zero.

Na verdade, de acordo com diferentes meios de comunicação norte-americanos, o movimento da Gamestop poderá eventualmente atingir uma escala que poderia levar à falência de um dos hedge funds com maior interesse curto na empresa e que entretanto terá fechado a sua posição: a Melvin Capital.

Exemplos de short squeeze

O caso Gamestop concentrou grandes manchetes nos últimos dias, mas isso não significa que tenha sido o único. Existem outros exemplos.

Um dos mais recentes talvez seja o caso de Tesla. A empresa presidida por Elon Musk encerrou 2020 como uma das ações que mais subiram, mas no início do ano passado, a Tesla era a ação mais vendida a descoberto nas bolsas dos EUA, com mais de 18% das suas ações em circulação em posições vendidas. No primeiro trimestre, foram conhecidos resultados que se revelaram melhores do que o esperado e que provocaram uma subida do preço da ação e um estrangulamento das posições curtas.

Outro exemplo foi visto em 2008 com a Volkswagen. Em apenas dois dias, o seu preço quintuplicou de 210 euros para mais de 1.000. Uma tempestade perfeita foi a causa deste short squeeze. A Porsche anunciou que atingiu o controlo de 74% das ações com direito a voto da Volkswagen, fazendo com que o preço das suas ações subisse drasticamente e os investidores curtos foram forçados a pagar até € 1.005 por ação para fechar as suas posições.

Porque este squeeze é diferente dos outros?

Embora o resultado do Gamestop seja muito semelhante aos dois exemplos anteriores, há uma grande diferença. Tanto no caso da Tesla como da Volkswagen, o rally foi provocado por notícias que implicaram uma mudança fundamental na empresa (resultados e operações corporativas), mas no caso da Gamestop a origem do rally foi diferente.

“O aumento parabólico no preço das ações da Gamestop chamou a atenção para um fenómeno crescente: negociações rápidas e frequentes, impulsionadas por sites e fóruns online de traders principiantes. E os trades são gratuitos. As consequências podem ser muito maiores do que o esperado ”, diz John Plassard, de Mirabaud.

Especificamente, foi uma ação coordenada por investidores de retalho num fórum da rede social Reddit e aí reside o seu romantismo: é visto como um ataque de David a Golias, por pequenos investidores ao sistema que opera em Wall Street.

Além disso, já começa a ser dito que o caso Gamestop pode não ser isolado. Nos últimos dias, há registo de fortes movimentos em ações muito semelhantes noutras empresas com uma grande percentagem de posições curtas, como a AMC ou a BlackBerry, à qual acrescentam outros ativos potenciais.