Os fundos imobiliários abertos que “venceram” em crescimento no penúltimo trimestre de 2015

2310035582_e5f93e7d92
Amaury Henderick, Flickr, Creative Commons

Embora já estejamos em 2016, a APFIPP, como habitual, lança agora as suas informações referentes ao terceiro trimestre de 2015, que compreende os meses de julho, agosto e setembro.

No final do mês de novembro, como lhe referimos recentemente, era a gestora de fundos imobiliários Interfundos que assumia a força da sua liderança neste segmento, ao conseguir um valor líquido sob gestão de 1.383 milhões de euros.

No que toca aos fundos imobiliários abertos que conseguiram um maior crescimento do valor da sua carteira no trimestre em questão, há alguns nomes a apontar, mais concretamente os que alcançaram um crescimento percentual positivo. O produto que conseguiu o maior crescimento percentual pertence à BPI Gestão de Activos e designa-se de Imofomento. Este fundo é classificado pela Associação como sendo um fundo aberto de rendimento – ou seja, distribui os rendimentos gerados aos participantes de forma periódica – e no final de setembro tinha conseguido um crescimento de 104,23% para os 321, 4 milhões de euros de valor da carteira.

Segue-se nesta análise outro fundo aberto de rendimento. Falamos do Imopoupança, a cargo da Fundiestamo, cujo portfólio conseguiu incrementar-se muito perto de 60% no trimestre em questão. O fundo arrecadava assim, no final do período, 22,4 milhões de euros de valor em carteira. 

Os produtos que se seguem são todos fundos abertos de acumulação, que, tal como o próprio nome indica, “reinvestem automaticamente os rendimentos gerados pelas respetivas carteiras”. Habituado às andanças da luz da ribalta, o CA Património Crescente, gerido pela Square Asset Management, viu a sua carteira crescer 12,31% nos meses de julho, agosto e setembro, para os 343,2 milhões de euros de valor em carteira.

Ainda acima dos 5% de incremento nos ativos que compõe o portfólio, destaque para o Carteira Imobiliária – também ele gerido pela Square Asset Management – que, segundo a APFIPP, assistiu a um incremento de 5,44% no período. Cifrava, assim, no final de setembro, 213,5 milhões de euros de valor em carteira.

Fundos com crescimento trimestral positivo da carteira 

Fundos  Classificação  Gestora Crescimento trimestral da carteira  Valor da Carteira 
Imofomento Fundo aberto de rendimento BPI Gestão de Activos  104,23%  321 460 000,00 €
Imopoupança  Fundo aberto de rendimento Fundiestamo  59,84%  22 470 000,00 €
CA Património Crescente Fundo aberto de acumulação Square Asset Management 12,31%  343 270 000,00 €
Carteira Imobiliária Fundo aberto de acumulação Square Asset Management 5,44%  213 540 000,00 €
AF Portfólio Imobiliário Fundo aberto de acumulação Interfundos  0,40%  330 180 000,00 €
Banif Imopredial  Fundo aberto de acumulação Banif Gestão de Activos  0,34%  242 240 000,00 €
Fonte: APFIPP, final de setembro