Que áreas as gestoras internacionais reforçaram em dezembro de 2021

nomeações, Que áreas as gestoras internacionais reforçaram em dezembro de 2021
Créditos: PMS (Unsplash)

As gestoras não desperdiçaram o último mês do ano para se fortalecerem em áreas estratégicas. Revemos as nomeações menos notórias de dezembro procurando pistas sobre as áreas de negócio onde empresas estrangeiras estão a contratar.

Sustentabilidade: um compromisso crucial

É indiscutível que o reforço da sustentabilidade tem sido a principal prioridade das gestoras em 2021. E as contratações de dezembro são mais um exemplo desta tendência.

A Janus Henderson contratou seis profissionais para a equipa de Investimento Ambiental, Social e Governance (ESG), liderada por Paul LaCoursiere, diretor global de Investimentos ESG. Estas novas nomeações externas vão apoiar LaCoursiere na integração das práticas ESG em todos os negócios e estratégias da empresa. Vão juntar-se à equipa em Londres: Dan Raghoonundon, responsável de Análise ESG; Charles Devereux, analista financeiro de ESG; Olivia Jones, analista financeira júnior de ESG; Jesse Verheijen, analista de dados ESG; e Bhaskar Sastry, gestor de conteúdos ESG. À equipa de Denver vão juntar-se Blake Bennett como Analista de Governance Stewardship.

Este tema também foi central na UBS AM. A gestora contratou Lucy Thomas como nova responsável de Investimento Sustentável.  Sediada em Zurique, Thomas será responsável pela estratégia de sustentabilidade e impacto da UBS AM sob a supervisão de Barry Gill, responsável de Investimentos da UBS AM.

E outro exemplo: o Bank J. Safra Sarasin contratou Daniel Wild como o novo responsável de Sustentabilidade. Wild assumirá a liderança no banco em todos os aspetos da sustentabilidade e estratégias ESG. Será responsável pela melhoria da oferta de sustentabilidade do banco e das soluções de assessoria para os clientes.

Notícias no desenvolvimento de Negócio

A Tikehau Capital anunciou a nomeação de Vincent Archimbaud como responsável de Vendas de Retalho para a Europa. Sediado em Paris, o seu papel será desenvolver a distribuição dos fundos do Grupo na Europa e contribuir para o crescimento dos seus ativos sob gestão. Archimbaud será responsável por acelerar o desenvolvimento e apoiar os clientes da Tikehau Capital de todas as suas áreas de negócio, bem como divisões de banca privada. Coordenará igualmente a cobertura desta base de clientes com gestores regionais na Europa em todas as classes de ativos em que a Tikehau Capital investe (dívida privada, private equity, ativos reais e estratégias de mercado de capitais).

As gestoras também estão a usar os seus departamentos de comunicação e marketing para melhorar o desenvolvimento do negócio. A Natixis IM contratou Emily Askham, da AXA IM, como a nova diretora de Marketing Internacional. Askham juntar-se-á à Natixis IM num papel alargado e será responsável tanto pelo marketing institucional como pelo marketing para o segmento de wholesale e retail. A diretora supervisionará ainda as áreas de digital, conteúdo e publicidade, roadshows, eventos e a equipa do RFP.

Noutras áreas, a Federated Hermes promoveu Vivek Bhutoria, analista sénior, a cogestor do Federated Hermes Global Emerging Markets Equity Fund. Vivek trabalhará ao lado da Kunjal Gala, principal gestor deste fundo com o Selo FundsPeople 2021 pela sua classificação de Consistente.