Que leitura podemos fazer dos últimos dados de emprego publicados nos EUA

tapering, Que leitura podemos fazer dos últimos dados de emprego publicados nos EUA
Créditos: Raúl Nájera (Unsplash)

Há uns dias o presidente da Fed, Jerome Powell, esclareceu uma das grandes dúvidas que rondavam o mercado no simpósio de Jackson Hole. Haverá tapering este ano? Era a grande pergunta. “Poderá ser apropriado começar a reduzir o ritmo de compra de ativos este ano”, foi a resposta de Powell. O presidente da Fed também especificou que esse início do tapering não contempla uma subida de taxas, pelo menos este ano.

Os dados do emprego que foram publicados na semana passada nos EUA vêm provar de alguma forma a recusa da Fed em aumentar as taxas, mas também questiona se é altura de começar o tapering que todos esperam já para este 2021.

O tapering, em novembro

Ao fim e ao cabo, o número foi muito inferior ao esperado já que se criaram 235.000 postos de trabalho em comparação com os 733.000 do consenso. “Houve 133 mil revisões em alta, mas ainda é muito mais fraco do que o esperado. Juntamente com o ressurgimento da COVID-19, é provável que se elimine qualquer possibilidade de a Reserva Federal reduzir a produção em setembro, mas novembro continua a ser um bom mês.”

“Com a sua convicção de que a inflação será, em última instância, transitória, a Fed está atualmente muito mais focada na recuperação do emprego, o que implica que um valor tão fraco nos salários não agrícolas provavelmente irá levar a Fed ao tapering em novembro, se não mais tarde”, afirmam na gestora Principal Global Investors.

A taxa de participação estancou

Estes dados confirmam também que o aparecimento da variante Delta pode ser um travão à recuperação económica e, sobretudo, à reabertura de economias. “O processo de reabertura deve, logicamente, continuar a ajudar a melhorar o mercado de trabalho, mas isso dependerá do desejo dos americanos de voltarem ao trabalho. A taxa de participação ainda está muito abaixo dos níveis pré-crise”, afirmam na Edmond de Rothschild AM. Concretamente, esta taxa, que mede o número de pessoas que trabalham ou procuram emprego ativamente, situou-se em 61,7% em agosto e não apresentou qualquer variação.

De acordo com Mark Holman, CEO da TwentyFour AM, boutique da Vontobel AM, “a taxa de participação da população tem permanecido praticamente plana nos últimos meses, e os empresários têm dificuldade em atrair trabalhadores, apesar de oferecerem incentivos e salários mais elevados”. Por isso, consideram improvável que a Fed aumente as taxas até que os números do desemprego sejam muito mais baixos.