BNY Mellon IM traz para a Europa o seu serviço de análise de carteiras

big data temas digital
Créditos: Markus Spiske (Unsplash)

Após o seu sucesso nos EUA, a BNY Mellon IM traz o BNY Mellon PinPointSM, o seu novo serviço de análise de carteiras modelo para intermediários financeiros, para a Europa e para o Reino Unido. O BNY Mellon PinPointSM realiza uma análise abrangente das alocações das carteiras com o objetivo de identificar pontos fortes e fracos. Os resultados da análise destinam-se a ajudar os consultores financeiros a tomar decisões de investimento mais informadas que lhes permitam construir carteiras modelo mais resilientes e refinadas, tendo em conta os objetivos de investimento, a tolerância ao risco e o horizonte temporal dos seus clientes.

Além de analisar as alocações das carteiras, o BNY Mellon PinPointSM fornece uma análise por classe de ativos e fatores de risco, testes de stress com base nas condições atuais do mercado e comportamento histórico, pesquisa de gestores, investimento baseado em objetivos, contexto macro global e análise de mercado, bem como informações de natureza tática.

"Os mercados estão mais complexos do que nunca e os clientes precisam de informações sobre como as suas carteiras são construídas e como se comportariam em diferentes cenários macroeconómicos", comenta Matthew Oomen, responsável global de Distribuição da BNY Mellon IM. "Criámos o BNY Mellon PinPointSM com o objetivo de permitir que os consultores financeiros posicionem as suas carteiras para qualquer ambiente de mercado usando métricas de risco sofisticadas, mas com uma experiência digital simples e personalizável que também fornece acesso à gama completa de serviços, produtos e recursos de investimento da BNY Mellon, cobrindo 20% dos ativos de investimento globais, explica.

"Com o BNY Mellon PinPointSM, oferecemos uma solução de investimento centrada no cliente", acrescenta Eric Hundahl, responsável de Estratégia de Carteiras da BNY Mellon IM. "Recebemos um feedback muito bom desde que lançámos a ferramenta nos Estados Unidos: as informações são facilmente compreendidas e as ações sugeridas para fortalecer os portefólios foram um divisor de águas. Estamos ansiosos para apresentar o BNY Mellon PinPointSM a clientes no Reino Unido e na Europa".