Chart of the week: o peso dos dividendos no retorno total do S&P500 a cada década

peso, alocação
Photo by Cyril Saulnier on Unsplash

O gráfico da semana, partilhado pelo Capital Group, mostra que os dividendos representaram apenas 16% da rentabilidade total na década de 2010, muito embora tenham, historicamente, rondado os 38% em termos médios. No período em análise, o pico foi de 72%, durante a década de 1970, período em que se registava uma inflação historicamente elevada.

"O investimento em dividendos pode ter parecido francamente aborrecido na última década, quando os titãs da tecnologia dominavam os retornos do mercado, mas, atualmente, o aborrecimento é positivo", comenta Caroline Randall, gestora de ações na entidade gestora norte-americana. A profissional acredita que com o abrandamento do crescimento e o aumento do custo do capital, os dividendos contribuam de forma mais significativa e estável para o retorno total no futuro. Contudo, alerta: "Com o aumento da importância dos dividendos, aumenta também a importância de avaliar a capacidade de cada empresa para os pagar".