Conheça os fundos multiativos flexíveis mais rentáveis de 2021

multiativos flexíveis, Conheça os fundos multiativos flexíveis mais rentáveis de 2021
Créditos: Alora Griffiths (Unsplash)

Os produtos nacionais categorizados pela Morningstar como fundos flexíveis são atualmente 19. Tratando-se de fundos cuja política de investimento proporciona uma maior liberdade de movimento no decorrer do processo de alocação, são também os produtos que talvez mais refletirão as mudanças no sentimento do mercado ao longo do ano que passou. Como tal, a maioria das carteiras destes fundos apresentam atualmente um enorme viés para as ações. Desta forma, os seus retornos poderão não ser tão comparáveis entre si e face às outras categorias de fundos multiativos.

Contudo, quais foram os fundos multiativos flexiveis que terminaram 2021 como os mais rentáveis em termos absolutos e por unidade de risco assumida?

As cinco estratégias mais rentáveis em termos absolutos conseguiram retornos de dois dígitos em 2021. Aliás, o líder ultrapassou mesmo a barreira dos 20% de retorno no último ano. Falamos do Optimize Global Flexible da Optimize Investment Partners que apresentou um retorno de 20,1%. Apesar de estar inserido nesta categoria de investimento, a carteira do fundo tem uma elevada exposição a ações (99%, segundo a Morningstar). Constituído em 2008, o portefólio apresenta, segundo a casa gestora, um maior peso do setor tecnológico (34%), seguido do retalho (16%) e da indústria (12%). Entre as maiores posições em carteira está a Microsoft, ASML e Siemens.

Na verdade, este fundo, outrora conhecido como Optimize Investimento Activo, foi um dos vencedores da edição 2021 dos Morningstar Awards, ganhando o prémio de Melhor Fundo de Alocação Nacional.

O segundo lugar do ranking é ocupado pelo Optimize Europe Value, gerido pela mesma casa gestora, conseguindo um retorno de 19,9%. Segundo a empresa de análise independente, trata-se igualmente de um fundo de ações, no entanto, este é mais focado na região europeia – tal como o próprio nome indica. A Optimize IP, em novembro de 2021, reportava que o setor industrial era o setor com maior predominância em carteira (20%), seguido do consumo discricionário (16%) e saúde (14%). Entre as maiores posições do portefólio encontra-se a ASML, Hermes International e Kering.

De relembrar que, em 2021, estes dois fundos destacados resultam da transferência dos seus equivalentes portugueses para a SICAV da Optimize IP no Luxemburgo.

A pujança da Optimize IP é reiterada pela presença do Optimize Capital Reforma PPR/OICVM Agressivo no posto de terceiro mais rentável em 2021 em termos absolutos, com retorno de 18,7%. Dos três fundos que constituem o pódio, este foi o fundo que assumiu o menor valor de desvio padrão em 2021.

Fundos multiativos flexíveis mais rentáveis em 2021

FundoEntidade gestora (Advisor)Categoria MorningstarRetorno em 2021 (%)Desvio padrão em 2021 (%)
Optimize Global Flexible Optimize Investment Partners (Andbank AM)Flexible Allocation - Global20.0610.63
Optimize Europe Value Optimize Investment Partners (Andbank AM)Flexible Allocation19.9110.52
Optimize Capital Reforma PPR/OICVM AgressivoOptimize Investment PartnersFlexible Allocation - Global18.659.92
Casa Global Value PPR/OICVM Casa de InvestimentosFlexible Allocation17.6210.84
BPI Global BPI Gestão de AtivosFlexible Allocation - Global10.804.87
Fonte: Morningstar Direct. Dados de rentabilidades em euros com referência a 31 de dezembro de 2021.

Tal como já avançado pela FundsPeople em novembro de 2021, no ranking dos mais rentáveis por unidade de risco, o fundo que sobressai é o Sixty Degrees PPR/OICVM Flexível da Sixty Degrees. Este conseguiu alcançar um retorno de 6,14%, tendo assumido um retorno por unidade de risco de 3% - o mais elevado desta categoria de investimento. De facto, a carteira do fundo, no final de 2021, encontrava-se mais diversificada que os fundos anteriormente mencionados. Segundo a própria entidade gestora, a componente obrigacionista pesava cerca de 18% e esta estratégia também apresentava uma exposição a commodities (13%). As ações, por sua vez, pesavam 34% da carteira do mesmo.

O BPI Global, da BPI Gestão de Ativos, também conseguiu alcançar um lugar de destacado neste ranking. Com um retorno de 10,8% e um desvio padrão de 4,5% em 2021, esta estratégia de investimento alcançou um retorno por unidade de risco de 2,2%.

O Optimize Europe Value fecha o pódio deste ranking com uma relação entre retorno e risco de 1,9%.

Fundos multiativos flexíveis mais rentáveis por unidade de risco em 2021

FundoEntidade gestora (Advisor)Categoria MorningstarRetorno em 2021 (%)Desvio padrão em 2021 (%)Retorno por unidade de risco (%)
Sixty Degrees PPR/OICVM Flexível Sixty DegreesFlexible Allocation - Global6.142.053.00
BPI Global BPI Gestão de AtivosFlexible Allocation - Global10.804.872.22
Optimize Europe Value Optimize Investment Partners (Andbank AM)Flexible Allocation19.9110.521.89
Optimize Global Flexible Optimize Investment Partners (Andbank AM)Flexible Allocation - Global20.0610.631.89
Optimize Capital Reforma PPR/OICVM AgressivoOptimize Investment PartnersFlexible Allocation - Global18.659.921.88
Fonte: Morningstar Direct. Dados de rentabilidades em euros com referência a 31 de dezembro de 2021.