Dezembro trouxe mais de 700 milhões de euros para os fundos portugueses

Fundos de investimento, Dezembro trouxe mais de 700 milhões de euros para os fundos portugueses
Unsplash

O ano de 2021 fechou com 19.859,3 milhões de euros de ativos sob gestão em fundos mobiliários de domicílio português, segundo dados da CMVM. O último mês do ano contribuiu largamente para consolidar um ano fantástico para o mercado português de fundos, com a adição de 739,6 milhões de euros em ativos. O crescimento mensal cifrou-se em 3,9% nos OICMV, enquanto os Fundos de Investimento Alternativo recuaram 0,2% para os 331,1 milhões de euros.

No ano de 2021, o universo de fundos de domicílio português cresceu em mais de cinco mil milhões de euros, passando dos 14.842 milhões de euros no final de 2020 para os quase 20 mil milhões.

Fundos de investimento, Dezembro trouxe mais de 700 milhões de euros para os fundos portugueses
Fonte: CMVM

Atividade no mês

Em dezembro foi constituído o fundo Optimize Portugal Golden Opportunities, gerido pela Optimize Investment Partners. No mesmo mês deu-se também a fusão por incorporação de dois fundos de investimento mobiliário geridos pela Santander Asset Management, concretamente, do Popular Global 25 no Santander Select Moderado, e do Popular Global 5 no Santander Select Defensivo.

Entre as maiores gestoras, a Caixa Gestão de Ativos foi a que conquistou mais quota de mercado no mês, consolidando a sua primeira posição.

Fundos de investimento, Dezembro trouxe mais de 700 milhões de euros para os fundos portugueses
Fonte: CMVM