Um fundo da Santander AM continua a destacar-se na categoria de agressive allocation a cinco anos

agressive allocation, Um fundo da Santander AM continua a destacar-se na categoria de agressive allocation a cinco anos
Créditos: Christina (Unsplash)

Depois de observado os mapas de retorno e risco a três anos das várias categorias de investimento, agora fazemos o mesmo exercício para um período temporal mais longo – cinco anos. Segundo a Morningstar, inserem-se na categoria de agressive allocation 11 estratégias de investimento de gestão nacional, incluindo produtos domiciliados no Luxemburgo.

No entanto, com este horizonte temporal apenas observamos oito desses 11 fundos de investimento no mapa de rentabilidade e risco da Morningstar. Os fundos BPI GIF Maverick Global, Smart Invest PPR/OICVM Dinâmico e White Fleet III Haitong Aggressive, foram constituídos após o ano 2018 e, como tal, não constam no mapa.  

Santander Popular Global 75 em destaque

À semelhança de quando analisámos o mapa a três anos, também agora a cinco anos o fundo Santander Popular Global 75 da Santander AM está em destaque. Tanto em termos de retorno, como quando adicionamos na equação o risco. Especificamente, este produto conseguiu um retorno de 7,2% e um retorno por unidade de risco de 0,63%. Com estes números, este produto está claramente destacado dos demais pares. De relembrar que, em relação ao seu património, este fundo é constituído por unidades de participação de fundos de investimento nacionais e internacionais.

Segue-se, em termos de retorno alcançado, o fundo Montepio Multi Gestão Dinâmica da Montepio Gestão de Ativos. Ao conseguir alcançar uma rentabilidade de 6,3% a cinco anos, este produto consegue alcançar a segunda posição desta categoria de investimento tanto num período a três anos como a cinco anos. Contudo, de notar que este foi também o produto de investimento que registou um valor de desvio padrão mais elevado desta categoria (14,5%), o que faz com que o retorno por unidade de risco deste produto (0,43%) não seja tão elevado quanto o dos restantes pares.

Já a BPI Gestão de Ativos posiciona na terceira posição o fundo BPI Agressivo, sob gestão de Eduardo Monteiro. O produto conseguiu um retorno de 5,2% e um desvio padrão de 10,4%, o que lhe oferece um retorno por unidade de risco de 0,50%.

Desta forma, o pódio nesta categoria de investimento não se altera num período a cinco anos face ao período a três anos.

MAPA DE RETORNO E RISCO A CINCO ANOS

agressive allocation, Um fundo da Santander AM continua a destacar-se na categoria de agressive allocation a cinco anos