Fundos imobiliários abertos da Square AM e da Fundiestamo em destaque na última década

fundos imobiliários, Fundos imobiliários abertos da Square AM e da Fundiestamo em destaque na última década
Créditos: Brandon Griggs (Unsplash)

Já vimos que a rentabilidade média dos fundos imobiliários abertos foi positiva no último ano, tanto nos produtos de acumulação, como de rendimento. Contudo, num horizonte temporal mais longo – de cinco anos -, o cenário já mudava de figura. Nesse espaço temporal os fundos abertos de acumulação já registavam uma rentabilidade média negativa. E nos últimos 10 anos? Como se comportaram os fundos imobiliários abertos?

Com base em dados divulgados pela Associação Portuguesa de Fundos de Investimento, Pensões e Patrimónios, à data de 31 de dezembro de 2020, observamos que nos últimos 10 anos, também os fundos abertos de acumulação atingiram uma rentabilidade média negativa (-1,37%). Por outro lado, o cenário foi mais positivo nos fundos abertos de rendimento, sendo que, estes registaram um retorno médio de 1,11%.  

CA Património Crescente é líder

O líder nos fundos imobiliários abertos de acumulação é o CA Património Crescente. Este produto da Square Asset Management obteve uma rentabilidade anualizada de 3,84% e, de acordo com a APFIPP, tem o nível mínimo de risco de todo o universo de cinco fundos abertos de acumulação. Também os últimos cinco anos foram positivos para este fundo, sendo que, era também o líder em termos de retorno com uma rentabilidade anualizada de 4,32%.

Efetivamente, no final de 2020, este era o fundo imobiliário aberto com maior património em carteira.

Fundos imobiliários abertos de acumulação

FundoEntidade gestoraRentabilidade anualizada a 10 anos (%)Nível de risco a 10 anos
CA Patrimonio CrescenteSquare Asset Management3,841
AF Portfólio ImobiliárioInterfundos1,742
ImonegóciosImofundos-1,594
NB LogísticaGNB – SGFII-3,484
CA Imobiliário Square Asset Management-7,373
Fonte: APFIPP, dados de 31 de dezembro de 2020

Nota para o facto do fundo Carteira Imobiliária não constar no ranking porque tem menos de 10 anos de existência.

Imopoupança salta para a frente

Contudo, é o fundo Imopoupança da Fundiestamo que revela o melhor comportamento na última década, tanto quando observamos o retorno relativamente aos fundos abertos de rendimento, como de acumulação. Este produto, com um nível de risco de 2 – marginalmente mais alto que o CA Património Crescente – alcançou um retorno anualizado nos últimos 10 anos de 4,11%.

Fundos imobiliários abertos de rendimento

FundoEntidade gestoraRentabilidade anualizada a 10 anos (%)Nível de risco a 10 anos
ImopoupançaFundiestamo4,112
VIPSilvip3,051
ImofomentoBPI Gestão de Ativos2,462
FundimoCaixa Gestão de Ativos2,132
IMOFIDFidelidade – SGOIC0,613
Valor PrimeMontepio Valor0,542
NB PatrimónioGNB – SGFII-5,124
Fonte: APFIPP, dados de 31 de dezembro de 2020

De relembrar que estes foram os dois fundos de investimento imobiliário que foram galardoados nos MSCI Property Investment Awards, em 2020. Esta distinção, atribuída pela conceituada casa de análise e research, tem como finalidade premiar e celebrar os fundos imobiliários, e respetivas equipas, que tenham apresentado resultados notáveis e oferecido aos investidores retornos acima da média.