O ano de 2021 marcou um novo passo no âmbito da gestão de ativos para o Haitong

Haitong fundos, O ano de 2021 marcou um novo passo no âmbito da gestão de ativos para o Haitong
Créditos: Raimond Klavins (Unsplash)

Relativamente ao desempenho do Haitong Bank em 2021, fica claro no relatório anual o positivo que foi o ano para o negócio em geral. O produto bancário atingiu 89 milhões de euros, um crescimento de 9,4% face ao ano anterior, e os resultados operacionais ascenderam a 29 milhões de euros, um crescimento de 23. O banco indica um resultado líquido em 2021 de 3,6 milhões de euros, o que compara com 1,6 milhões de euros em 2020. 

Nova entidade gestora nacional

A marcar o ano no campo da gestão de ativos está a autorização pela CMVM para a a constituição da Haitong Global Asset Management SGOIC como sociedade gestora de Organismos de investimento coletivo, como já havia sido divulgado. 

Em outubro, Fernando Castro Solla, a pessoa na liderança da nova entidade gestora, referia que “com esta iniciativa, o Haitong Bank dá expressão à forte ambição do Grupo Haitong Securities na área de gestão de ativos a nível global, assumindo-se como o veículo europeu dessa ambição”.

No relatório anual da instituição financeira, fica clara a intenção de combinar “as competências e expertise do talento interno com as necessidades a serem cobertas pelo capital humano externo”, no desenvolvimento deste projeto.

As atividades de gestão de ativos contribuíram, segundo indicam, com 3,5 milhões de euros para as receitas bancárias em 2021. 

Haitong fundos, O ano de 2021 marcou um novo passo no âmbito da gestão de ativos para o Haitong

A estratégia, indicam, é “expandir esta atividade de negócio aumentando os Ativos sob Gestão (AuM) tanto na carteira de ações como na carteira de obrigações”. “O forte histórico de desempenho do banco na carteira de ações europeias é uma vantagem comparativa fundamental para impulsionar o AuM”, pode ler-se no relatório anual.

Ativos sob gestão

A instituição financeira deixa evidente que foi um ano desafiante para as estratégias de obrigações chinesas da casa, que apesar de terem superado as metas, enfrentaram resgates líquidos, sobretudo no primeiro semestre. “Isto explica que, num ano tão positivo para o desempenho das carteiras geridas, os ativos sob gestão (AuM) tenham efetivamente diminuído de 188 milhões de euros para 158 milhões de euros”, apontam. 

De olhos no futuro, o banco vê que a conversão da Haitong Capital numa ampla empresa de gestão de ativos e a integração das atividades de gestão de ativos na nova empresa “deverão dar um salto em termos de qualidade e amplitude dos produtos” que incluirão o lançamento de novas estratégias e fundos.