Alternativas para gerir o “panorama” de obrigações em 2021

Elena Villalba
Cedida

(TRIBUNA de Elena Villalba, diretora-geral da Mirabaud Asset Management para Portugal, Espanha e América Latina.)

2021 começa com cautela para os investidores de obrigações. Na área de Asset Management da Mirabaud, abordamos esta classe de ativos com prudência. Pensamos que grande parte das boas notícias de 2020 já foram previstas pelo mercado. Por outro lado, não descartamos possíveis riscos de inflação devido à continuidade dos estímulos. É previsível que o crédito continue a oferecer um excesso de rentabilidade face às obrigações soberanas. Neste contexto, ganham protagonismo as durações curtas e o crédito, incluindo oportunidades em dívida emergente e high yield. Por conseguinte, as estratégias de obrigações globais a curto prazo que, gerem ativamente a duração, o crédito e a exposição geográfica e setorial – vão desempenhar um papel importante neste momento do ciclo.

A equipa de obrigações da Mirabaud Asset Management, liderada por Andrew Lake, gere os fundos de Obrigações Globais que nos parecem especialmente relevantes no contexto macroeconómico atual: Mirabaud Global Short Duration e Mirabaud Global Strategic Bond Fund.

A chave para o sucesso da gestão de ambas as estratégias reside na:

  • A capacidade da equipa em valorizar e determinar em que momento do ciclo nos encontramos nos mercados a nível mundial – aspeto crucial para saber que oportunidades e riscos temos diante de nós.
  • A habilidade para investir nas diferentes tipologias de ativo de obrigações, geografias e setores.

A equipa leva a cabo uma gestão ativa e flexível, pelo que se centra em implementar as melhores ideias e extrair valor real em qualquer momento. Desta forma, a Mirabaud põe ao alcance dos investidores dos fundos que gerem cuidadosamente o risco de duração e do crédito, com uma ampla diversificação a nível geográfico e setorial, tudo isso adaptado aos diferentes ciclos económicos e de crédito.

O Mirabaud Global Short Duration é um fundo de obrigações global a curto prazo cujo objetivo é oferecer rentabilidades positivas (Libor +1%) reduzindo consideravelmente a volatilidade. Tudo isso graças à sua grande flexibilidade para capturar as melhores oportunidades globais a curto prazo em todas as tipologias de ativo. A equipa dá ênfase à qualidade, com o foco no investment grade e forma mais oportunista em high yield. Esta abordagem mista permite-lhes aproveitar de forma mais eficiente as oportunidades ao longo dos diferentes ciclos, e otimizar a gestão do risco.

O fundo conta com uma duração de 1,28 anos, uma “yield to maturity” de 1,72% e uma volatilidade anualizada de 1,68%, desde o seu lançamento em fevereiro de 2016. O fundo obteve uma rentabilidade de 2,91%*** no ano de 2020 e uma rentabilidade acumulada de 7,65% nos últimos três anos.

O Mirabaud Global Strategic Bond conta com uma abordagem “top down”, e gere ativamente o risco de crédito e a duração (3-5 anos), aproveitando ao mesmo tempo as oportunidades de valor relativos das distintas regiões geográficas, setores e componente do universo de obrigações. Tem como objetivo gerar uma rentabilidade positiva com uma volatilidade menos que a dos nossos concorrentes. A volatilidade do fundo situa-se abaixo da média do setor a 1, 3 e 5 anos**.

O fundo foi merecedor de quatro estrellas Morningstar e classificação Citywire +.

* Rentabilidades pasadas não garantem rentabilidades futuras. Para mais informação sobre rentabilidades históricas e riscos associados a este Subfundo, consulte a Secção da web www.mirabaud.com

** Fonte: *Mirabaud Asset Management 31/7/2020.

*** Classe I USD a fecho de dezembro 2020. Rentabilidades Global Short Duration: 2020 +2.91%, 2019 +4.06%, 2018 +0.48%, 2017

+2.19%, 2016 +3.65% Rentabilidades Global Strategic Bond Fund: 2020 +5.64%, 2019 7.10%, 2018 -2.31%, 2017 +5.42, 2016 +6.11%