Chart of the Week - As Magnificent Seven no S&P 500

Marcelo Silva
Marcelo Silva. Créditos: Cedida (BiG)

O Chart of the Week é da autoria de Marcelo Silva, analista do BiG.

Desta semana, destaco o gráfico publicado pelo Bank of America que nos dá conta que o peso representado pelas Magnificent Seven no S&P500 alcançou o valor mais elevado desde 2013, perfazendo quase 30% do índice. 

São estas sete empresas que ajudam a explicar a divergência que tem existido desde o início do ano em termos da performance do índice ponderado pela capitalização bolsista, em comparação com o índice que procura distribuir de forma igualitária o peso das empresas no índice.

A expectativa existente em relação ao futuro da Inteligência Artificial, sobretudo a Generativa, fez com que estas empresas vissem enormes fluxos compradores a suportar os seus preços, sobretudo em NVIDIA e Meta Platforms. Para além disso, as suas posições financeiras sólidas e modelos de negócio robustos fizeram com que o atual ciclo de subida de taxas de juro diretoras tivesse, até ao momento, um impacto modesto nos seus negócios, reforçando os fluxos compradores.