Os fundos nacionais de obrigações que mais captaram no último ano

fundos de obrigações, Os fundos nacionais de obrigações que mais captaram no último ano
Créditos: Santiago Lacarta (Unsplash)

Depois de termos analisado o contexto geral no que diz respeito aos fundos que mais captaram e que maior crescimento percentual registaram no último ano, passamos a análise para os fundos da categoria de obrigações. Como já é habitual, recorremos aos dados disponíveis na plataforma Morningstar Direct, com referência a agosto.

Os três fundos líderes

Sem surpresa, o fundo nacional que mais captou no último ano, tal como já constatado pela FundsPeople, surge em primeiro lugar no ranking. Concretamente, o IMGA Liquidez obteve um volume de captações de cerca de 633 milhões de euros no período em análise. No final de agosto, o produto de liquidez da responsabilidade da IM Gestão de Ativos geria um património superior a 875 milhões de euros. De recordar que Ana Aguiar, a gestora desta estratégia de investimento, explicou em mais detalhe, numa entrevista à FundsPeople, o processo por detrás deste produto.

De facto, são mesmo os fundos de obrigações de curto prazo que estão em maioria neste ranking. Sete dos 15 produtos são classificados como de curto prazo pela Morningstar.

Logo a seguir temos mais um produto de obrigações de curto prazo, desta vez, da responsabilidade da BPI Gestão de Ativos. O segundo fundo que maior volume de captações apresentou nesta categoria foi o BPI Defensivo, gerido por Duarte Rodrigues, cujo montante ultrapassou os 93 milhões de euros. Por sua vez, os seus ativos sob gestão ascendem a 502 milhões de euros. De sublinhar que, recentemente, o BPI Defensivo foi premiado como o Melhor Fundo de Curto Prazo, na última edição de prémios da APFIPP.  

Com captações de cerca de 70 milhões de euros no último ano surge outro produto da IM Gestão de Ativos, o IMGA Rendimento Semestral. Esta estratégia, gerida por Amit Maugi, detém mais de 85% dos ativos em carteira em obrigações, 8,5% em liquidez, e o restante em depósitos a prazo, segundo a própria entidade gestora. Adicionalmente, conta com um volume de ativos sob gestão de cerca de 272 milhões de euros e é um fundo que contém Selo FundsPeople 2021 pela classificação de Blockbuster.

TOP 15 FUNDOS DE FIXED INCOME QUE MAIS CAPTARAM A 1 ANO

Fundo Selo FundsPeople 2021Entidade gestoraCategoria MorningstarAtivos sob gestão em agosto de 2021Total de captações a 1 ano
IMGA Liquidez IM Gestão de AtivosUltra Short-Term Bond875 792 717633 604 668
BPI Defensivo BPI Gestão de AtivosUltra Short-Term Bond502 932 19293 268 390
IMGA Rendimento SemestralBIM Gestão de AtivosDiversified Bond - Short Term272 490 88270 471 780
NB Rendimento Plus GNB Gestão de AtivosFlexible Bond109 446 96261 644 779
Caixa Obrigações Longo PrazoBCaixa Gestão de AtivosDiversified Bond123 209 13554 447 643
NB Euro BondBCGNB Gestão de Ativos (GNB International Management)Government Bond220 434 68052 952 464
NB Subordinated DebtGNB Gestão de Ativos (GNB International Management)Subordinated Bond70 876 48540 161 219
NB Obrigações Europa BGNB Gestão de AtivosGovernment Bond152 836 54127 183 015
Caixagest ObrigaçõesCaixa Gestão de AtivosDiversified Bond - Short Term237 774 69527 169 635
NB Corporate EuroBGNB Gestão de Ativos (GNB International Management)Corporate Bond92 136 22226 029 227
IMGA Euro Taxa VariávelBIM Gestão de AtivosDiversified Bond - Short Term306 780 47423 852 556
IMGA CA Rendimento IM Gestão de AtivosDiversified Bond - Short Term188 626 21216 028 127
Bankinter Rendimento PPR/OICVMBankinter Sucursal em PortugalFlexible Bond28 167 03415 248 266
NB CAPITAL GNB Gestão de AtivosUltra Short-Term Bond135 329 40813 482 320
Santander Investimento Global Santander Asset ManagementDiversified Bond42 754 83510 143 996
Fonte: Morningstar Direct, dados a 31 de agosto de 2021, em euros.

Em termos de entidades gestoras, é a GNB Gestão de Ativos que posiciona mais estratégias nacionais no Top 15. No entanto, por volume de captações, é a IM Gestão de Ativos a destacada. Na verdade, a quota de mercado desta entidade em fundos de obrigações chega aos 35%.