Prémios APFIPP 2021: Melhor Fundo PPR com ISSR 4

Melhor fundo PPR, Prémios APFIPP 2021: Melhor Fundo PPR com ISSR 4
Créditos: Jeremy Thomas (Unsplash)

A Associação Portuguesa de Fundos de Investimentos, Pensões e Patrimónios em mais uma edição da cerimónia de entrega dos Prémios Melhores Fundos Jornal de Negócios/APFIPP, distinguiu aqueles que considerou os melhores produtos de investimento nacionais. Depois de destacado o Melhor Fundo PPR com risco 3, chega a vez de observamos o vencedor do Melhor Fundo PPR com risco 4.

O grande contemplado na categoria foi o NB PPR/OICVM, um produto gerido por Paulo Joaquim, da GNB Gestão de Ativos. Este prémio não é uma estreia para o fundo, uma vez que, em 2019, já havia sido distinguido como o Melhor Fundo PPR, mas na categoria de risco 3.

Contando já com 30 anos de vida, a carteira do fundo é composta, segundo a própria ficha mensal do produto, maioritariamente por obrigações, mas também detém ações, com um limite de exposição de 25%. Efetivamente, "o fundo investirá um mínimo de 40% do seu valor líquido global em obrigações de dívida pública e/ou dívida privada com vencimento residual superior a um ano", refere a casa gestora na IFI do produto.

Em entrevista à FundsPeople, Paulo Joaquim, destacava em primeiro lugar, e face aos bons resultados que o fundo tem apresentado, o mérito de toda equipa da GNB GA. Em termos de gestão, o profissional descrevia o objetivo desta estratégia desta forma: “Adaptar a carteira a contextos de risco diferentes, mas sempre com performances em linha com o que longo histórico faz com que se espere do fundo”.

No final de setembro, o fundo registava mais de 51 milhões de euros em ativos sob gestão. De recordar, por fim, que o NB PPR/OICVM era a estratégia de investimento nacional da categoria Cautious Allocation da Morningstar que apresentava o maior retorno por unidade de risco a cinco anos.