Star Rating: Os fundos de ações nacionais com quatro e cinco estrelas Morningstar (Retificação)

fundos de ações, Star Rating: Os fundos de ações nacionais com quatro e cinco estrelas Morningstar (Retificação)
Photo by Ricardo Resende on Unsplash

O sistema de rating da Morningstar, Star Rating, é um sistema de classificação de cariz quantitativo já conhecido entre os investidores profissionais. Recentemente, a FundsPeople realizou um artigo em que aborda e atualiza os requisitos que um fundo deve cumprir para obter as cinco estrelas no Star Rating da Morningstar. Divulgamos hoje quais os fundos nacionais de ações domiciliados em Portugal e no Luxemburgo que ostentam os dois patamares máximos do rating quantitativo atribuído pela empresa.

Apresentamos na tabela sete títulos de ações nacionais – três com a classificação mais alta do rating, e quatro com quatro estrelas Morningstar. Na classificação mais alta figuram três estratégias altamente diferenciadas na sua filosofia de investimento. Surgem assim os fundos BPI Portugal, Caixa Ações Líderes Globais e Montepio Euro Energy – os três com domicílio em Portugal.

O fundo BPI Portugal é o primeiro título da tabela, pertence à BPI Gestão de Ativos e é gerido por Pedro Maruny. A carteira do fundo, segundo a entidade gestora, é composta exclusivamente por ações de empresas nacionais. Assim, este é o único produto que investe de forma diversificada em ações nacionais a ostentar a máxima classificação do rating da Morningstar.

Também com cinco estrelas Morningstar surge o Caixa Ações Líderes Globais, um produto sob alçada da Caixa Gestão de Ativos e o maior fundo de ações português. Este segue uma estratégia de investimento global, nomeadamente em ações de multinacionais detentoras de marcas fortemente reconhecidas. O fundo conta com Selo FundsPeople 2020 pelas classificações de Blockbuster e Consistente e de notar ainda que foi o fundo nacional de ações com maiores captações líquidas no ano de 2020.

Ainda com a distinção máxima pela Morningstar surge o Montepio Euro Energy, gerido por José França. O fundo é especializado no investimento em equity de empresas europeias do sector energético e está sob alçada da Montepio Gestão de Ativos.

Já na classificação de fundos de ações com quatro estrelas, surgem algumas alterações em termos de atribuições face ao primeiro trimestre de 2020, nomeadamente o aparecimento do BPI GIF Africa, do Santander Ações Portugal, assim como do BPI Ásia Pacífico - o fundo nacional mais rentável de 2020. O fundo BPI GIF Iberia mantém a mesma classificação.

Três desses quatro produtos estão a cargo da BPI Gestão de Ativos (Caixabank Asset Management). São estes o BPI GIF Africa, gerido por Teresa Coelho, o fundo ibérico BPI GIF Iberia a cargo de Pedro Maruny e o BPI Ásia Pacífico sob alçada de Rui Araújo. O quarto fundo - o Santander Acções Portugal - é um produto de ações nacionais da entidade gestora Santander Asset Management que surge também como mais uma novidade face ao primeiro trimestre de 2020.

FundoEntidade GestoraCategoria MorningstarDomicílioMorningstar Rating
BPI PortugalBPI Gestão de AtivosPortugal EquityPortugal5
Caixa Ações Líderes GlobaisCaixa Gestão de AtivosGlobal Large-Cap Blend EquityPortugal5
Montepio Euro Energy Montepio Gestão de AtivosSector Equity EnergyPortugal5
BPI Ásia PacíficoBPI Gestão de AtivosAsia Allocation*Portugal4
BPI GIF AfricaBPI Gestão de Ativos (Caixabank AM)Africa EquityLuxemburgo4
BPI GIF Iberia BPI Gestão de Ativos (Caixabank AM)Spain EquityLuxemburgo4
Santander Acções PortugalSantander Asset ManagementPortugal EquityPortugal4
Fonte: Morningstar Direct, 2 de fevereiro de 2021. *O fundo BPI Ásia Pacífico está classificado como fundo de alocação na base de dados da Morningstar embora seja um FIAA – Fundo de Investimento Mobiliário Aberto em Ações e historicamente apenas tenha focado o investimento nesta classe de ativos, segundo a entidade gestora.

Nota: A Morningstar emitiu um comunicado a 2 de fevereiro de 2021 em que informa uma retificação nos ratings de cariz quantitativo em virtude de cálculos anteriores considerarem dados incorretos. Neste sentido, a FundsPeople reviu as classificações Morningstar e procedeu à retificação dos mesmos.

Consulte também a análise retificada dos fundos de obrigações e multiativos.