A visão de mercado de Thorsten Winkelmann e as últimas alterações à carteira do Allianz Europe Equity Growth

Allianz GI, A visão de mercado de Thorsten Winkelmann e as últimas alterações à carteira do Allianz Europe Equity Growth
Thorsten Winkelmann. Créditos: Cedida (Allianz GI)

A carteira do Allianz Europe Equity Growth, mantém a sua orientação growth estrutural de alta qualidade. Thorsten Winkelmann, gestor deste fundo de ações europeias com Selo FundsPeople 2021 pela sua classificação de Blockbuster, acredita que este posicionamento coloca-o em linha com as expetativas da equipa: contínua volatilidade no futuro. Nos últimos tempos isto tem funcionado muito bem. E é evidenciado pelo facto de o seu produto se ter situado no primeiro quartil em 2019 e 2020, sendo este ano o terceiro melhor da sua categoria, segundo dados da Morningstar.

Na opinião deste profissional da Allianz Global Investors, os mercados enfrentam uma maior incerteza pandémica, um abrandamento do crescimento, especialmente na China (à qual temos de acrescentar a situação da Evergrande), e estão cientes dos próximos cortes de estímulos. “No ambiente de hoje, as empresas bem geridas com forte poder de fixação de preços estão na melhor posição para lidar com as incertezas e com custos de transporte mais elevados, desafios da cadeia de abastecimento, aumento dos preços das matérias-primas e escassez de componentes”, sublinha.

A Winkelmann mantém ponderações relativamente elevadas nas tecnologias da informação e nas empresas industriais. “Isto tem-nos sido muito útil durante este ano, na sequência do aumento da digitalização e da subida cíclica, embora defendamos fortemente a resiliência destas empresas em diversos ambientes de mercado”, afirma.

Acréscimos na carteira

Duas empresas que acrescentaram este ano são a Knorr-Bremse, envolvida em sistemas de travagem para camiões e comboios, e também a Adyen, uma empresa de pagamentos de alta tecnologia.

“A Knorr-Bremse oferece um nível moderado de crescimento, mas de grande estabilidade, sendo um dos nossos nomes industriais com um elevado grau de ganhos recorrentes através de manutenção e reparações. A Adyen oferece um crescimento muito mais rápido, de mais de 30%, e está a ajudar as grandes empresas no âmbito global, como a Nike e a LVMH, a agilizar os pagamentos feitos através de qualquer canal, em várias moedas, através de diferentes prestadores de pagamentos, numa única plataforma”, justifica.

O gestor nota que os clientes também estão hoje em dia a gravitar para soluções de alta qualidade. “Nas tecnologias da informação, a Adyen e a SAP pedem soluções de software unificadas e altamente integradas, enquanto a construção favorece líderes de sustentabilidade como a Kingspan, até restaurantes e cafés que mudam de mãos estão a ser atualizados, com novos e eficientes equipamentos de cozinha que favorecem a Rational. Investir em empresas líderes de mercado, como fazemos na carteira, está a posicionar-nos bem para estas transições”, conclui.