Três meses depois os emergentes conquistam o lugar de mais rentáveis a um ano

emergentes
Photo by Su San Lee on Unsplash

Há um ano estávamos perante mínimos históricos nos principais mercados acionistas. Mas observou-se uma rápida recuperação e, nos dias de hoje, estamos perante uma constante renovação de máximos históricos. Neste sentido, quais terão sido os 15 fundos mobiliários portugueses que retiraram mais retorno nestes últimos 12 meses e como comparam com os que o faziam no final de 2020? 

Observámos que os produtos nacionais mais rentáveis de 2020 foram fundos de ações cujo universo de investimento era, principalmente, empresas cotadas na região norte-americana. Decorridos três meses dessa análise, o panorama muda completamente de figura, porque, atualmente, são os fundos de ações de mercados emergentes que sobressaem no ranking. De facto, o fundo mais rentável de 2020, o BPI Ásia Pacífico, não consta neste top 15, pelo que, nesse sentido podemos perceber como o cenário se reconfigurou em três meses. 

Assim, o destaque vai para os dois produtos que ocupam os lugares cimeiros no ranking, cujas rentabilidades a um ano foram ambas superiores a 50%. Estamos a falar do Caixagest Ações Emergentes da Caixa Gestão de Ativos, que investe predominantemente em empresas de países emergentes, e do Montepio Multi Gestão Mercados Emergentes da Montepio Gestão de Ativos, com uma similar estratégia de investimento. As rentabilidades a um ano destes dois produtos foram de 54,96% e 51,62%, respetivamente. 

Já o primeiro fundo que investe maioritariamente em ações de empresas cotadas na Europa surge na terceira posição do ranking: o Santander Acções Europa da Santander Asset Management. Este produto, gerido por José António Montero, obteve um retorno a um ano de 45,57%. 

A presença de multiativos

De realçar que o ranking é constituído principalmente por fundos de ações, no entanto, há ainda espaço para alguns fundos multiativos. Neste sentido, pudemos constatar a presença de dois fundos multiativos entre o top 15 de fundos nacionais mais rentáveis a um ano, ambos fundos de cariz mais agressivo. Estes são: o Montepio Multi Gestão Dinâmica da Montepio Gestão de Ativos com retorno de 42% e o White Fleet III Haitong Agrsv A da Haitong IM com retorno de 39,10%. 

Top 15 fundos nacionais mais rentáveis a um ano

FundoEntidade GestoraSelo FundsPeople 2021CategoriaRetorno a 1 ano % EURDesvio padrão a 1 ano % EUR
Caixagest Acções EmergentesCaixa Gestão de AtivosGlobal Emerging Markets Equity54,9612,25
Montepio Multi Gestão Merc. Emg.Montepio Gestão de ActivosGlobal Emerging Markets Equity51,6213,32
Santander Acções Europa CCSantander Asset ManagementEurope Equity Large Cap45,5720,92
Santander Popular AcçõesSantander Asset ManagementEurope Equity Large Cap45,5122,12
Atrium Portfolio Sicav – Octant A (EUR)Atrium InvestimentosEquity Miscellaneous44,2415,74
Caixa Ações OrienteCaixa Gestão de AtivosAsia Equity43,5811,12
BPI América EBPI Gestão de ActivosUS Equity Large Cap Blend43,4316,44
NB America Growth Fund RGNB GA (GNB International Management)US Equity Large Cap Growth42,0014,22
Montepio Multi Gestão DinâmicaMontepio Gestão de ActivosAggressive Allocation42,0011,60
BPI Euro Grandes CapitalizaçõesBPI GA (Caixabank AM)Europe Equity Large Cap40,4520,54
NB MomentumGNB GA (GNB International Management)Global Equity Large Cap40,1513,15
Caixa Acções EUACaixa Gestão de AtivosUS Equity Large Cap Growth39,7417,27
NB Momentum SustentávelGNB GA (GNB International Management)BGlobal Equity Large Cap39,6312,68
NB Mercados EmergentesGNB Gestão de AtivosGlobal Emerging Markets Equity39,2711,50
White Fleet III Haitong Agrsv A EUR AccHaitong IMAggressive Allocation39,1019,92
Fonte: Morningstar Direct a 31 março de 2021