O novo fundo de direito português que “vem permitir a qualquer investidor explorar o potencial económico da China”

China Fundos Investir

Nasceu o Bison China Flexible Bond Fund, um fundo que procura “explorar o potencial económico da China, investindo num portefólio diversificado de obrigações chinesas onshore e offshore”. O fundo permite, assim, o “acesso à dívida governamental e das maiores empresas e instituições financeiras chinesas, gerida por uma equipa experiente”, segundo o que está patente nas informações divulgadas pelo Bison Bank.

O fundo será gerido pela Lynx Asset Managers, com liquidez diária e um portefólio diversificado, sendo disponibilizado em três classes em divisas distintas – EUR, USD e CNY. Terá mínimos de subscrição de 15.000 euros, 20.000 dólares ou 120.000 yuans conforme a moeda de denominação da classe.

Adicionalmente, as obrigações que constituirão o portefólio serão de “emitentes chineses, sendo que a maioria são Investment Grade e têm no mínimo um dos ratings conferidos pelas três principais agências de rating internacionais (Moody´s, S&P, Fitch), podendo ser denominadas em EUR, USD e CNY. O fundo, por princípio, não efetuará coberturas cambiais, permitindo uma exposição à flutuação das moedas em que os ativos estão denominados face à moeda correspondente à categoria de subscrição”, explicam do Bison Bank, a única entidade distribuidora do fundo.