Will Smith (AllianceBernstein): “Os bancos centrais terão de manter as taxas elevadas durante mais tempo do que o mercado desconta”

Will Smith AllianceBernstein
Will Smith. Créditos: Cedida (AllianceBernstein)

Como construir um cenário base quando as peças do tabuleiro estão em constante movimento? “As coisas estão a mudar tão rapidamente que é difícil ter uma convicção forte neste momento”, reconhece Will Smith. Falamos com o gestor na equipa do AB Short Duration High Yield em dias críticos para o mercado. É dia 17 de março, sexta-feira; a venda do Credit Suisse e tudo o que se seguiria ainda eram previsões. A única certeza que o gestor se aventura a apoiar é que o risco abunda no mercado.

“Se observarmos bem, tudo o que parece estar a quebrar está relacionado, de uma forma ou de outra, com as subidas de taxas”, diz o especialista da AllianceBernstein. Por outras palavras, não acredita que estejamos perante um problema de solvência do setor financeiro, mas sim as ramificações de uma política monetária mais restritiva. O problema é que são medidas necessárias para combater a inflação ainda elevada. Por isso, Will Smith defende que os bancos centrais terão de manter as taxas elevadas durante mais tempo do que o mercado desconta. Por agora, desmarca-se dessas previsões de reduções de taxas em 2023.

Não obstante, concorda que estes são dias de decisões delicadas. Se tivesse de fazer uma previsão seria que os problemas da banca destes últimos dias ainda não terminaram. Não que o gestor veja razões para pânico como no colapso de 2008, mas acredita que os bancos centrais terão de se posicionar. “Começa-se por uma crise de confiança na banca, mas isso pode rapidamente transformar-se num problema real”, adivinha.

Implicações para a carteira do AB Short Duration High Yield

Neste cenário de incerteza, a equipa gestora do AB Short Duration High Yield está a reduzir, em geral, o risco na carteira, optando mais por setores defensivos. Dito isto, Will Smith também reconhece que estão a ser oportunistas com a correlação destes dias. “Estamos a comprar coisas 120 ou 150 pontos base mais baratas do que há escassas semanas”, conta. Na sua opinião, há zonas do mercado com valorizações justas e até baratas. Ainda assim, não estão a gastar toda a liquidez de uma só vez, porque se há algo que a equipa tem claro é que a volatilidade é a única coisa garantida para 2023.

Por região, têm atualmente 70% da carteira nos Estados Unidos e os outros 30% na Europa, com o grosso deste último em dívida denominada em euros. Por setores, a carteira está bastante diversificada. Para citar alguma sobreponderação, Will Smith assinala o setor do consumo.

Processo de investimento do AB Short Duration High Yield

Oferecer os retornos do segmento high yield sem sofrer volatilidade da mesma. Assim resume Will Smith o objetivo do AB Short Duration High Yield. Este fundo seleciona as melhores ideias do universo de investimento tendo em conta o potencial retorno por unidade de risco. Por isso, a estratégia foca-se também na parte de duração curta da curva.

Uma particularidade do processo do fundo é que combina uma visão top-down com a seleção bottom-up de emissões. Na opinião de Will Smith, ambos critérios são importantes para a construção da carteira. No caso da visão macro, é o que os ajuda a determinar quanto risco querem assumir num dado ponto. Toda a equipa de obrigações da AllianceBernstein reúne-se uma vez por mês para debater todos os pontos de vista possíveis e chegar a um consenso. “É importante compreender em que parte do ciclo nos encontramos para poder avaliar corretamente uma emissão”, insiste o especialista. “Ter em conta o contexto para estarmos conscientes do que pode mudar e, sobretudo, como pode mudar”.

Uma vez estabelecido o quadro geral, o seguinte passo no processo de construção da carteira, a seleção bottom-up, é efetuada pela equipa de analistas profissionais, verdadeiros especialistas na sua indústria e com décadas de experiência no seu setor. São responsáveis por fornecer à equipa gestora as melhores ideias de todo o segmento de high yield.