Falta de literacia financeira gera um crescimento das reclamações relativas a fundos de investimento

fundos de investimento, Falta de literacia financeira gera um crescimento das reclamações relativas a fundos de investimento
Créditos: Agence Olloweb (Unsplash)

“O número de reclamações recebidas na CMVM no primeiro semestre de 2022 aumentou 7% em relação ao período homólogo”. Esta é a primeira conclusão que a entidade reguladora retira da sua análise semestral sobre reclamações. Registaram-se um total de 206 reclamações, mais concretamente, com os meses de maio e junho a receberem os números mais elevados de reclamações do primeiro semestre. A entidade aponta que, para este crescimento pode ter contribuído, em grande medida, o clima de incerteza que se vive nos mercados - com descidas acentuadas em várias classes de ativos - e a instabilidade política e económica a nível mundial.

Fundos de investimento com mais reclamações

No primeiro semestre de 2021, o relatório da CMVM indicava que as reclamações associadas a fundos de investimento diminuíram em relação ao primeiro semestre de 2020. Contudo, agora neste relatório do primeiro semestre de 2022, “os fundos de investimento, ao contrário do sucedido nos semestres anteriores, foram o produto de investimento mais reclamado, representando 40% do total de reclamações, o que corresponde a um crescimento de 17 p.p. em relação ao período homólogo”, afirma a CMVM.

Reclamações recebidas por tipo de instrumento financeiro

fundos de investimento, Falta de literacia financeira gera um crescimento das reclamações relativas a fundos de investimento

Segundo a entidade reguladora, este aumento das reclamações “aparenta estar associado à evolução dos mercados acionista e obrigacionista no primeiro semestre do ano, aos quais os fundos de investimento estão expostos”.

Assunto mais reclamado: qualidade da informação prestada

No primeiro semestre de 2022, o assunto mais reclamado foi a qualidade da informação prestada, com um aumento de 17 p.p. em relação ao semestre anterior. Para este aumento, a CMVM afirma que está em grande parte relacionado com o investimento em fundos de investimento e o menor conhecimento dos investidores “sobre a possibilidade de perda de capital neste tipo de produto”.

Contudo, segundo a análise da CMVM, isto não se deve à informação de produto que é disponibilizada aos investidores. Ao invés, "nas reclamações é alegado desconhecimento quanto à possibilidade de perda de valor neste investimento apontando para a necessidade de reforço da literacia financeira sobre fundos de investimento", pode ler-se no relatório.

Reclamações recebidas por tipo de assunto

fundos de investimento, Falta de literacia financeira gera um crescimento das reclamações relativas a fundos de investimento