Fundos mais subscritos de janeiro: tecnologia perde força entre os temas mais procurados

fundos mais subscritos janeiro, Fundos mais subscritos de janeiro: tecnologia perde força entre os temas mais procurados
Créditos: Yash Menghani (Unsplash)

Na sequência das preferências que já vinham a ser observadas no ano passado, os investidores do Banco Best e Banco Carregosa começaram o ano, na sua maioria, à procura de fundos de ações. De facto, Tiago Gaspar, responsável pela Análise e Seleção de fundos do Banco Carregosa, ao resumir o sentimento dos investidores deste mês, refere-se a “market timing de fundos tendencialmente temáticos”.

No Top 10 de fundos mais subscritos no Banco Best é possível constatar a presença de oito fundos de ações, com apenas duas exceções. “Olhando para essas exceções, encontramos fundos já há vários meses no Top e que são um fundo imobiliário ibérico e um fundo multiativos”, afirmam da área de investimentos da entidade.

O fundo imobiliário presente é o Property Core Real Estate Fund, gerido pela Square AM. “Trata-se de um fundo que investe em imóveis em Portugal e Espanha e que procura preferencialmente espaços bem localizados com inquilinos interessantes que possam gerar para o fundo rendas estáveis”, comentam.  

Quanto ao fundo multiativos presente, verificou-se a procura pelo Acatis Gané Value Event, gerido pela Acatis. Segundo a área de investimentos do Banco Best, é “um fundo que orienta os seus investimentos segundo dois vetores: o tema value e o tema event driven”.

Já relativamente à procura por fundos de ações, os temáticos continuam a ser os mais procurados neste começo de ano. “Destaque para o tema das tecnologias com vários fundos a estarem presentes no Top”, tais como o BlackRock World Technology e Franklin Technology, caracterizados por serem mais tradicionais, e o BlackRock Next Generation Technology, mais focado em tecnologias de próxima geração. Ainda assim, face à elevada procura pelo tema tecnologia que verificámos ao longo de 2021, este mês o interesse por este tema perde força.

Clima, saúde e energia foram temas também procurados pelo facto do Nordea Global Climate and Environment e do BlackRock World Healthscience constarem no Top 10 - dois fundos que foram também muito procurados no último ano - mas também não esquecendo o Schroder Global Energy - já este não constando entre a lista de mais frequentes nos Tops mensais de 2021.

Curiosamente, do lado desta entidade, não se registou a presença de nenhum fundo que investe ou que pretende seguir o mercado de ações norte-americano. Aliás, houve “ainda uma entrada regional no Top, com o MFS European Value, que seleciona empresas dos mercados europeus”, apontam da área de investimentos do Banco Best.

Muita diversificação nas escolhas

Ao observarmos as escolhas dos investidores do Banco Carregosa, não verificamos uma clara tendência de escolha por parte dos clientes, para além de que, no geral, a preferência é claramente por fundos de ações. Há espaço para imobiliário (Fundo VIP), mercado de ações norte-americano (Pictet USA Index), saúde (BGF World Healthscience), tecnologia (Fidelity Global Technology e Franklin Technology), serviços financeiros (Fidelity Global Financial Services), EU growth (JPM Europe Strategic Growth), ações da Coreia (JPM Korea Equity) e ainda mineração (BGF World Mining).

Tiago Gaspar diz que se continua “a observar uma sobreposição relativamente grande entre fundos subscritos e fundos resgatados – com exceção do imobiliário direto que continua a figurar no Top desde há muitos meses”. “Relativamente às restantes posições, a maior volatilidade observada em 2022 tem atraído os investidores a elevarem significativamente o turnover de fundos (muitos dos quais foram Top picks em 2020 e 2021) ao fazerem market timing”, revela.

Fundos mais subscritos janeiro de 2022

Banco BestRating FundsPeople 2022Banco CarregosaRating FundsPeople 2022
BlackRock World TechnologySimFundo VIP
Franklin TechnologySimPictet USA Index
Property Core Real Estate FundBGF World Healthscience (EUR)Sim
Nordea Global Climate and EnvironmentSimFidelity Global Technology
BlackRock Next Generation TechnologySimFidelity Global Financial Services
MFS European ValueSimJPM Europe Strategic GrowthSim
BlackRock World HealthscienceSimJPM Korea Equity
Schroder Global EnergyBGF World HealthscienceSim
Fidelity MSCI World IndexBGF World MiningSim
Acatis Gané Value EventSimFranklin TechnologySim
Fonte: FundsPeople, Banco Best e Banco Carregosa.

E o que motivou os resgates?

Da área de investimentos do Banco Best apontam que, “nos fundos mais resgatados, podemos ver este mês algumas saídas de dois temas americanos (US Growth e US Tech), ligados provavelmente a alguma rotação que temos visto com saídas nas grandes tecnológicas americanas”. Reforçam, desta forma, o facto de que a tecnologia perdeu interesse no começo de 2022.

Tiago Gaspar que, como podemos ver acima, já mencionou uma elevada sobreposição entre fundos mais subscritos e mais resgatados, refere ainda que “no Top 20 de resgates, apenas há um fundo de obrigações”. Por fim, menciona ainda “que a ansiedade tem estado a aumentar entre os investidores de retalho”.