Fundos mais subscritos de março: diversidade é a palavra que reflete as escolhas dos investidores

fundos mais subscritos, Fundos mais subscritos de março: diversidade é a palavra que reflete as escolhas dos investidores
Créditos: Joel Filipe (Unsplash)

Num momento de grandes incertezas para os investidores, em que muitos temem uma possível recessão na Europa e nos Estados Unidos, os fundos mais subscritos de março revelam preferências pela classe acionista. Apenas dois fundos de obrigações constam no Top 10 dos fundos mais subscritos do Banco Best e do Banco Carregosa. Verifica-se, no entanto, à semelhança dos meses anteriores, a presença de um fundo imobiliário nacional do lado de cada uma destas entidades. Tal como diz Tiago Gaspar, responsável pela Análise e Seleção de fundos do Banco Carregosa, "o investimento em imobiliário direto continua com net inflow, o mercado acionista mantém o seu net outflow, mas é o mercado obrigacionista que mostrou uma forte aceleração de saída de fluxos".

Já a área de Investimentos do Banco Best começa por indicar que “quanto aos fundos de ações, com nove em 10 das preferências dos clientes, ao contrário de outros meses em que temos alguma concentração em temas específicos, vemos este mês uma boa diversidade de temas”.

Ainda que com tempos incertos pela frente, a entidade revela que “o tema das tecnologias continua a ser uma aposta dos investidores que continuam a olhar para um futuro cada vez mais digital”. Uma preferência que é refletida através do investimento no Pictet Security, BlackRock World Technology Fund e JPMorgan US Technology Fund.

As commodities, que têm ganho tanta atenção devido à recente escalada de preços, também marcam presença no Top 10 do Banco Best. No entanto, tal como revela a entidade, ainda que "não diretamente investidos em commodities, mas em empresas que tem atividade nos setores da energia e da agricultura". Assim, "podemos encontrar os fundos BlackRock World Energy e o DWS Invest Global Agribusiness, já que as empresas nestes setores podem conseguir beneficiar da subida de preços dos bens energéticos e agrícolas que temos visto nos mercados", justificam.

E, a nível regional, tanto se encontra “empresas consideradas de crescimento nos EUA, com o fundo Morgan Stanley US Growth e, por outro, aposta em empresas europeias consideradas de valor, com o MFS Meridian European Value”, dizem. A nível setorial, nesta entidade, os investidores preferiram os temas da saúde e das alterações climáticas com os fundos BlackRock World Healthscience e Nordea 1 - Global Climate and Environment Fund.

Por outro lado, no panorama do Banco Carregosa, verifica-se investimento em estratégias consideradas mais verdes e socialmente responsáveis. Mais precisamente, são dois os fundos de ações e um multiativos que têm este cariz de investimento e que constam no Top 10 da entidade: o Nordea 1 Global Climate And Environment, o BGF ESG Multi-Asset Fund e o BGF Sustainable Energy Fund.

Além destes fundos, e a nível geográfico, os investidores preferiram expor-se a empresas do mundo através dos fundos Nordea 1 Global Stars Equity e Morgan Stanley Investment Funds - Global Brands Fund. Na Europa a preferência recaiu sobre um fundo de obrigações: o Morgan Stanley Investment Funds - Euro Strategic Bond Fund. Por seu lado, nos EUA, o Morgan Stanley Investment Funds - US Advantage Fund marcou as apostas. Além destas regiões, surge também o interesse na China através do fundo de obrigações BGF China Bond.

Fundos mais subscritos de março de 2022

Banco BestRating FundsPeople 2022Banco CarregosaRating FundsPeople 2022
Property Core Real Estate FundFundo VIP
BlackRock Global Funds - World Energy FundNordea 1 Global Stars EquitySim
BlackRock Global Funds - World Technology FundSimNordea 1 Global Climate And EnvironmentSim
JPMorgan Funds - US Technology FundSimMorgan Stanley Investment Funds - Global Brands FundSim
DWS Invest Global AgribusinessMorgan Stanley Investment Funds - Euro Strategic Bond Fund
Pictet-SecuritySimBGF China BondSim
Morgan Stanley Investment Funds - US Growth FundSimBGF ESG Multi-Asset FundSim
MFS Meridian Funds - European Value FundSimPimco IncomeSim
BlackRock Global Funds - World Healthscience FundSimBGF Sustainable Energy FundSim
Nordea 1 - Global Climate and Environment FundSimMorgan Stanley Investment Funds - US Advantage FundSim
Fonte: Informação cedidas pelas entidades.

E quais foram as estratégias mais resgatadas?

Tiago Gaspar refere que “é notável que ao nível de resgates, os fundos acionistas são na quase totalidade fundos temáticos". Justifica este movimento ao sublinhar que "tal mostra que o investimento temático é poucas vezes um investimento de longo prazo ancorado em fortes tendências na sociedade, mas mais frequentemente fear of missing out. Ao nível de resgates dos fundos de obrigações o investment grade é a subclasse que domina”.

O mesmo comportamento não ocorreu no Banco Best, pelo menos no que toca às estratégias temáticas. Contam que “em termos de maiores resgates encontra-se um fundo de liquidez e um de obrigações flexível”. A justificação para encontrarem um fundo de liquidez entre os mais resgatados, segundo a área de Investimentos da entidade, é que "alguns investidores que estavam em liquidez acabaram por entrar ou voltar aos mercados em fundos de maior risco". Já relativamente ao fundo de obrigações perspetivam que alguns investidores podem estar a optar por "realocar para outros fundos que tenham conseguido obter maiores resultados neste tipo de fundos ou mesmo tentando aproveitar algumas correções para alocar a temas de maior risco".