Os fundos que mais captaram nos primeiros meses de 2021

captações fundos
Créditos: Joshua Earle (Unsplash)

Quais foram as estratégias de investimento nacionais que os investidores preferiram nos primeiros meses de 2021? Esta pode ser uma pergunta interessante, principalmente se tivermos em conta os máximos que os principais índices mundiais atingiram nesse período e o tradicional perfil conservador do investidor nacional. E o que é facto é que mesmo com os máximos históricos atingidos em vários índices mundiais, os fundos nacionais que mais captaram refletem esse tradicional perfil cauteloso.

Assim, ao observar o Top 10 de fundos nacionais que mais captaram nos primeiros quatro meses de 2021, verificamos que os produtos de cautious allocation dominam o ranking. Especificamente, encontramos no ranking dois produtos de ações, um de obrigações, e sete multiativos – nomeadamente cinco de cautious allocation e dois de moderate allocation.

No entanto, apesar de só um fundo de obrigações constatar na tabela, foi essa a estratégia de investimento que mais captou nestes meses. Falamos do IMGA Liquidez da IM Gestão de Ativos, que captou entre janeiro e abril de 2021, mais de 174 milhões de euros. De relembrar que esta estratégia de obrigações de curto prazo, gerida por Ana Aguiar, foi a que mais dinheiro captou no ano de 2020.

Em segundo lugar surge o Caixa Ações Líderes Globais da Caixa Gestão de Ativos, um produto de ações já conhecido no mercado nacional devido ao seu elevado montante captado em vários horizontes temporais, e também pela distinção com Selo FundsPeople 2021 pela dupla classificação de Blockbuster e Consistente. Vimos recentemente, por exemplo, que nos últimos três anos, este fundo era o líder nas captações. Concretamente, este produto captou mais de 168 milhões de euros até abril de 2021.

Sob alçada da mesma entidade gestora surge o terceiro produto que mais captou dinheiro em 2021. O Caixa Seleção Global Moderado é, tal como o próprio nome indica, uma estratégia mais cautelosa e moderada do que a anterior. No entanto, este fundo captou quase tanto como o Caixa Ações Líderes Globais. Como é possível observar na tabela abaixo, o Caixa Seleção Global Moderado teve subscrições de mais de 164 milhões de euros no período. Adicionalmente, é de notar que este produto é também distinguido com Selo FundsPeople 2021 pela classificação de Blockbuster.

Caixa GA com mais presença

Ao nível das entidades gestoras, a Caixa Gestão de Ativos é a que tem mais presença. A entidade posiciona quatro fundos entre o Top 10. São eles os já mencionados Caixa Ações Líderes Globais e Caixa Seleção Global Moderado, mas também o Caixa Moderado PPR/OICVM e o Caixa Seleção Global Defensivo.

Top 10 fundos que mais captaram em 2021, até abril

Fundo Selo FundsPeople 2021Entidade GestoraGlobal CategoryAuM em abril de 2021 (€)Total de captações em 2021 (€)
IMGA LiquidezIM Gestão de AtivosEurope Fixed Income759 725 406174 199 447,89
Caixa Ações Líderes GlobaisBCCaixa Gestão de AtivosGlobal Equity Large Cap1 444 224 304168 193 268,93
Caixa Seleção Global ModeradoBCaixa Gestão de AtivosCautious Allocation1 064 743 865164 721 124,55
BPI Reforma Investimento PPR/OICVMBPI Gestão de AtivosCautious Allocation725 317 923107 992 236,44
IMGA Alocação ConservadoraIM Gestão de AtivosCautious Allocation660 019 90177 838 216,69
Santander Poupança Prudente FPRBSantander Asset ManagementCautious Allocation439 481 34968 252 221,96
Caixa Seleção Global DefensivoBCaixa Gestão de AtivosCautious Allocation420 391 04264 211 589,84
Caixa Moderado PPR/OICVMCaixa Gestão de AtivosModerate Allocation190 601 72063 746 168,08
Santander Select Moderado Santander Asset ManagementModerate Allocation435 762 75663 051 789,52
Santander Acções EuropaSantander Asset ManagementEurope Equity Large Cap176 333 92059 441 745,35
Fonte: Morningstar Direct, dados de abril de 2021