João Marques (Caixa Gestão de Ativos): “Os níveis de posicionamento dos investidores, no espectro global, permanecem como um fator de suporte para a classe de ações”

João Marques, Caixa GA, apresenta as perspetivas macroeconómicas para as várias regiões, as principais classes de ativos, riscos e ainda a recomendação para o ano de 2021.

Esta semana vou estar de olho… na época de resultados do quarto trimestre

Rina Guerra, CFA, gestora do Banco Carregosa, destaca a época de resultados do 4.º trimestre que permitirá fazer um balanço do ano atípico que foi 2020.

Eduardo Monteiro (BPI Gestão de Ativos): “Os setores que se revelaram vencedores durante a pandemia deverão manter a sua outperformance em 2021”

Eduardo Monteiro, da BPI Gestão de Ativos, passa o ano de 2020 em revista e desvenda as perspetivas para este ano.

Chart of the Week – O agravamento da mortalidade causada pela COVID-19

Ana Onofre, gestora da Montepio GA, partilha dois gráficos que espelham dos dados da mortalidade provocada pela Covid-19.

Francisco Falcão (Hawkclaw Capital Advisors): “A gestão ativa será essencial para a geração de retorno tanto ao nível acionista como obrigacionista”

O CIO da Hawkclaw Capital Advisors, Francisco Falcão, afirma nas suas perspetivas para o ano de 2021 que o crescimento económico global deverá registar uma recuperação significativa.

Pedro Vieira, CFA (IMGA): “Antecipamos um steepening das curvas nos EUA e na Europa, com a melhoria do contexto macro”

Pedro Vieira, CFA, gestor da IM Gestão de Ativos, revela as perspetivas para 2021, ano que o próprio considera que traz a esperança de um regresso à normalidade.

Gonçalo Pestana (Haitong): “O próximo ano marcará uma tendência de inversão no comportamento das yields de longo prazo”

Gonçalo Pestana, managing director do Haitong Bank, aborda as perspetivas para o ano de 2021, a evolução nas classes de ativos e as dificuldades que se avizinham.

Mário Carvalho Fernandes (Banco Carregosa): “O rescaldo da pandemia irá revelar quanto do ajustamento da atividade económica foi conjuntural e quanto foi estrutural”

Mário Carvalho Fernandes, CFA, Chief Investment Officer do Banco Carregosa, revela as perspetivas para a evolução da economia no ano de 2021.

Esta semana vou estar de olho… no euro/dólar

Filipe Garcia, CESGA, economista na IMF – Informação de Mercados Financeiros responde à questão que muitos investidores têm colocado: “em 2021, o dólar vai subir ou descer?”

Emanuel Vieira (Partners 2U): “Apontamos abril para o início de inflexão na economia, suportado por uma quase extinção da pandemia nos países desenvolvidos e principais emergentes asiáticos”

Emanuel Vieira, CFA, consultor de investimentos da Partners 2U, revela as suas perspetivas para 2021, a preferência na classe obrigacionista e os riscos para esta fase.

Francisco Magalhães Carneiro (LFO): “Em 2021 vou olhar com atenção para sinais de que a inflação está a querer fazer uma aparição fugaz ou duradoura”

Francisco Magalhães Carneiro, managing partner do LFO, revela as suas perspetivas para 2021, ano no qual a inflação será um tema que manterá debaixo de olho.

Carregar mais notícias