Como evoluiu a distribuição do mercado nacional de fundos de obrigações em 2020?

Photo by Sharon McCutcheon on Unsplash

Os fundos de obrigações, apesar de baixos cupões e taxas de juro nulas, mostraram ser no ano de 2020 dos produtos que mais captaram no mercado nacional. Ao passo que, entre os 20 fundos de cariz nacional que mais captaram em 2020, os fundos de obrigações foram responsáveis por captarem 44% do total captado nesse top 20. Assim sendo, de acordo com dados da Morningstar de 31 de dezembro de 2020, observamos qual foi a distribuição do mercado nacional de fundos de obrigações ao nível do conjunto de fundos domiciliados em Portugal e no Luxemburgo em 2020.

Assalto à liderança da IMGA nos fundos domiciliados em Portugal 

Foram a IM Gestão de Ativos, juntamente com a BPI Gestão de Ativos e também a Caixa Gestão de Ativos que, no panorama nacional, se posicionaram como o trio líder no mercado. Gerem, cada uma neste segmento, mais de 1.000 milhões de euros. Deste modo, da mesma forma que a IMGA era a entidade gestora líder em captações de fundos de obrigações em 2020, surge novamente destacada ao nível de património gerido no término do ano.

Ademais, a IMGA foi a entidade gestora que observou a maior evolução na sua fatia de mercado em 2020 face a 2019. Como resultado, esta notória evolução foi traduzida num ganho de cerca de 10 pontos percentuais na sua preponderância de mercado, fixando o valor da sua quota de mercado em 30,24%. Assim sendo, a IMGA, que em 2019 acabou como sendo a terceira entidade gestora do ranking, acaba 2020 como líder de mercado e distanciada em relação à BPI Gestão de Ativos e à Caixa Gestão de Ativos. Por conseguinte, este “assalto à liderança” é representado em números por um aumento de mais 551 milhões de euros geridos face ao mesmo período em 2019. 

Ainda, de notar que o fundo da IMGA que fechou 2020 com mais ativos sob gestão foi o IMGA Liquidez, que, tal como observámos, foi também o produto que mais captou do mercado nacional em 2020

Em segundo lugar, encontramos a BPI Gestão de Ativos com 27,67% de preponderância de mercado em fundos de obrigações domiciliados em solo nacional. Apesar de uma ligeira queda na sua quota de mercado de 1,65 p.p. face a 2019, a BPI GA vê consolidada a sua posição neste mercado, considerando que fechou esse ano igualmente na segunda posição deste ranking. 

Do lado desta entidade gestora, o fundo de obrigações domiciliado em solo nacional que em 2020 detinha o maior número de ativos sob gestão era o BPI Reforma Obrigações PPR/OICVM

Por outro lado, a Caixa Gestão de Ativos que era a líder de mercado em 2019 com 30,04% de quota de mercado, observa a maior queda na sua fatia de mercado neste período, com variação anual negativa de 7,77 pontos percentuais. Assim sendo, a Caixa GA acaba 2020 com 22,27% de preponderância nos fundos de obrigações, sendo que o produto com maior número de AuM em 2020 era o Caixa Disponível

Quota de mercado por entidades gestoras – fundos de obrigações domiciliados em Portugal

Entidade GestoraAtivos sob gestão em 2019 (€)Ativos sob gestão em 2020 (€)Quota de mercado 2019Quota de mercado 2020Variação anual da QM (p.p)
IM Gestão de Ativos933 054 938,001 484 491 307,0020,71%30,24%9,53
BPI Gestão de Ativos1 320 670 118,001 358 348 055,0029,32%27,67%-1,65
Caixa Gestão de Ativos1 353 062 758,001 093 173 196,0030,04%22,27%-7,77
GNB Gestão de Ativos                                    354 220 230,00                                    427 472 657,007,86%8,71%0,85
Santander Asset Management                                    411 246 710,00                                    403 223 156,009,13%8,21%-0,92
Bankinter Gestão de Ativos                                      39 757 916,00                                      62 977 069,000,88%1,28%0,4
Dunas Capital                                      53 147 880,29                                      42 298 311,541,18%0,86%-0,32
Montepio Gestão de Ativos                                      25 309 740,00                                      22 467 856,000,56%0,46%-0,1
Optimize IP                                      14 038 914,00                                      15 242 835,000,31%0,31%0
Total4 504 509 204,294 909 694 442,54100,00%100,00%
Fonte: Morningstar, dados de 31 de dezembro de 2020

Relativamente a outras alterações mais significativas no ranking, podemos identificar algumas.  Ou seja, a GNB Gestão de Ativos subiu à quarta posição do ranking (situando-se nos 8,71% de quota de mercado) e troca de lugar com a Santander Asset Management que desceu à quinta posição. Semelhantemente, a Bankinter GA ascendeu à sexta posição (fixando-se nos 1,28% de poder de mercado) transacionando de posição com a Dunas Capital.  

A relevância das estratégias luxemburguesas para a GNB GA

Incluindo os fundos de obrigações domiciliados no Luxemburgo nesta análise, a subida no património gerido por parte da GNB Gestão de Ativos é significativa. Isto é, a GNB GA gere, considerando este panorama, mais 354 milhões de euros face ao património que geria em fundos domiciliados em Portugal. Assim sendo, a entidade totaliza mais de 781 milhões de euros em ativos sob gestão em 2020 e sobe na sua quota de mercado, ultrapassando agora a barreira dos 15%. 

Nesse sentido, conseguimos observar a importância que as estratégias luxemburguesas de obrigações têm para a entidade. Com efeito, ao nível das rentabilidades, eram as estratégias luxemburguesas da GNB GA que lideravam no ranking de 2020 e é de facto um desses produtos destacados que detinha o maior número de AuM por parte desta entidade – o NB Euro Bond.  

Todavia, o trio líder de mercado face ao panorama nacional não se alterou. Mas, face a 2019, as alterações já são significativas. Neste caso, é a BPI GA que perde a liderança para a IMGA, mas também a Caixa GA perde poder de mercado (-2,53 pontos percentuais). 

Quota de mercado por entidades gestoras – incluindo fundos de obrigações domiciliados no Luxemburgo

Entidade GestoraAtivos sob gestão em 2019 (€)Ativos sob gestão em 2020 (€)Quota de mercado 2019Quota de mercado 2020Variação anual da QM (p.p)
IM Gestão de Ativos933 054 938,001 484 491 307,0018,94%27,24%8,3
BPI Gestão de Ativos1 372 258 500,001 379 590 855,0027,85%25,32%-2,53
Caixa Gestão de Ativos1 353 062 758,001 093 173 196,0027,46%20,06%-7,4
GNB Gestão de Ativos                                    524 454 582,00781 779 838,0012,51%15,02%2,51
Santander Asset Management                                    411 246 710,00403 223 156,008,35%7,40%-0,95
Nevastar Finance                                      67 490 930,8565 544 639,001,37%1,20%-0,17
Bankinter Gestão de Ativos                                      39 757 916,0062 977 069,000,81%1,16%0,35
Atrium Investimentos                                      40 865 115,7961 629 767,940,83%1,13%0,3
Dunas Capital                                      53 147 880,2942 298 311,541,08%0,78%-0,3
Montepio Gestão de Ativos                                      25 309 740,0022 467 856,000,51%0,41%-0,1
Optimize IP                                      14 038 914,00                                      15 242 835,000,28%0,28%0
Total 4 834 687 984,945 412 418 830,48100,00%100,00%
Fonte: Morningstar, dados de 31 de dezembro de 2020