Vulgarmente conhecidas por SCI (Sociedades de Consultoria para Investimento), estas entidades posicionam-se no nosso mercado como prestadores de um serviço de aconselhamento de gestão de carteiras e património de forma independente de instituições financeiras. As SCI nasceram precisamente com o intuito de se desvincularem do setor bancário e dos seus serviços.

Apresentamos-lhe abaixo o conjunto de 16 Sociedades de Consultoria para Investimento independentes de entidades bancárias registadas a operar em Portugal, por ordem alfabética, considerando a informação disponível na FundsPeople e/ou online nos websites das mesmas.

ALVARIUM INVESTMENT ADVISORS

Ricardo Rodrigues

Trata-se da antiga Guggenheim Investment Advisors, que desde 2020, e após o rebranding internacional da entidade, ganhou um novo nome e imagem. Em Portugal apresenta uma licença de consultoria para investimento desde 2004.

Segundo o website da entidade, a Alvarium é um multi family office global, que atua como parceiro de investimento e como uma boutique que providencia soluções à medida para famílias, fundações ou outras instituições. A entidade tem representação em Londres, Suíça, Miami, Portugal e Hong Kong. A entidade é consultora externa, como revelava um relatório e contas da entidade, da fundação Champalimaud.

A equipa em Portugal é constituída por Ricardo Rodrigues, managing director, Tomé Canelas, executive director, e existem três portfolio managers a trabalhar a partir de Portugal: João Pisco, CFA, António Bernardo e Tiago de Fontes Pereira de Mello.

Pedro Assis, Rita González e Miguel Cordovil

BALUARTE

Nascida em 2014, a Baluarte conta com Pedro Assis como fundador e diretor geral. Foi criada como um multi family office, apostando em trazer para Portugal o nível de conhecimento técnico e de serviço associado a este tipo de intermediário financeiro em mercados como o americano, britânico ou os mercados do norte da Europa. Apesar de ter como clientes principais indivíduos, famílias e instituições com patrimónios e níveis de exigência acima da média, a Baluarte presta consultoria a patrimónios de todos os montantes, adaptando o seu serviço às necessidades de cada um dos seus clientes. Atualmente, está autorizada a prestar consultoria para investimento em Portugal, Espanha e Itália.

Desde 2019, a Baluarte presta igualmente serviços de consultoria em estrutura de capital a clientes corporativos, que incluem corporate finance, consultoria em estratégia industrial, operações de fusão e aquisição de empresas, capital raising, entre outros.

Cada elemento da equipa conta com mais de 25 anos de experiência em mercados financeiros e gestão de ativos. A equipa é constituída por Pedro Assis, diretor geral, Rita González, partner – Investimentos e Miguel Cordovil, partner – Clientes.

Duarte Calheiros e António Mello Campello

BLUECROW CAPITAL

Comemorou em 2020 os seus 10 anos de atividade, após a sua criação pela mão de António Mello Campello, partner da entidade. Esta sociedade está focada no serviço de Consultoria para o Investimento, estando, no entanto, integrada num grupo que se dedica também à gestão de veículos de capital de risco

“Entrepreneur Family Office” é a forma como se definem, num espetro de atuação que vai desde o apoio na gestão de carteiras ao suporte de vertentes patrimoniais dos clientes, como vem explicado em entrevista à FundsPeople. São, desde 2018, o consultor de investimento do fundo Discovery Fund, um fundo de investimento multi-ativos focado no mercado global,  gerido pela Lynx AM.

Da equipa fazem parte António Mello Campello e Duarte Calheiros.

CARNE GLOBAL FINANCIAL SERVICES

Desde abril de 2019 que a entidade está registada em Portugal como Sociedade de Consultoria para Investimento, segundo as informações vigentes no website da CMVM.

A entidade descreve-se no seu sítio na internet como gestora do governance, compliance, e de requisitos regulatórios e substanciais de gestoras de ativos, empresas seguradoras, fundos de pensões ou gestoras de patrimónios. Em Portugal, é Victoria Roquette a responsável pelo negócio.

DOLAT CAPITAL


Carim Habib, Filipa Pita, Cristiana Almeida e Bruno Costa

A Dolat Capital é uma SCI que presta os serviços de: consultoria para investimento independente (âmbito DMIF II), receção e transmissão de ordens, consultoria corporativa e research sobre mercados financeiros e valores mobiliários.

Conta com uma equipa de elevada experiência e especialização na área de investimentos financeiros e mercados de capitais.  A sua filosofia de investimento é a gestão passiva e o buy-and-hold (comprar, manter e ajustar). “Os modelos de gestão de carteiras utilizados são desenvolvidos internamente e inspirados nas melhores práticas internacionais, como os fundos soberanos e nos fundos de universidades (Endowment Funds)”, explicam da entidade à FundsPeople.

Em termos de linhas de negócio, prestam o serviço de Diretor de Investimentos Externo (“E-CIO”) com particular destaque para Fundações e Empresas Familiares. A segunda linha de negócio, especialmente dedicada a clientes não profissionais, é a Dolat.Digital, uma plataforma que tem como missão propor planos de investimento personalizados, ultra diversificados e com custos radicalmente baixos. “Tudo isto num processo 100% digital e isento de quaisquer conflitos de interesse”, referem.

A Dolat Capital foi distinguida pela SCORING com a Certificação “TOP 5% MELHORES PME DE PORTUGAL”, edição 2020, pelos critérios de desempenho e solidez financeira.

A equipa é constituída por Cristiana Almeida, analyst, Filipa Pita, associate, Bruno Costa, partner, e Carim Habib, managing partner.

LISBON FAMILY OFFICE

Manuel Moura e Francisco Carneiro

Ainda mais recente no mercado é esta entidade, constituída com o cunho de um dos mais experientes (e conhecidos) profissionais da gestão de ativos nacional: Francisco Carneiro.

Um profissional adepto de nadar com a corrente – e não contra ela – como explicava à FundsPeople. O seu negócio concretiza-se em duas vertentes: por um lado participam como consultores independentes no processo de investimento de grandes casas internacionais; por outro, executam a consultoria para investimento tradicional, consoante as necessidades do cliente. Praticam um modelo de comissionamento fixo.

As valências da entidade nascem da vasta experiência de Francisco Carneiro nos investimentos alternativos (hedge funds), em complemento com o trabalho de Manuel Moura, o engenheiro e quantitativo da entidade. A seleção de títulos é dirigida por modelos de base técnica e fundamental.

A equipa é constituída por Francisco Carneiro, managing partner e Manuel Moura, analista.

GOW CAPITAL

A entidade apresenta uma conexão entre Miami, São Paulo e Lisboa. Conta com profissionais experientes em mercados financeiros de vários mercados e, segundo o seu website, focam-se em tarefas como o planeamento financeiro e patrimonial, planeamento sucessório, definição da política de investimentos e asset allocation, entre outras atividades

A equipa é constituída, segundo o website da entidade, por três sócios-fundadores: Domingos Pereira Coutinho, Miguel Moser e João César Tourinho. Maria Eugênia López é sócia. Da equipa faz ainda parte Roberto Hargreaves e Gustavo Tourinho.

GROW ADVISORY

São várias as áreas de aconselhamento relatadas pela entidade no seu website. Focam-se em servir os seus clientes ao nível dos ativos financeiros, com a construção de carteiras adequadas aos mesmos, mas prestam também aconselhamento de investimento na área de energia e de imobiliário.

As mesmas informações dão conta da análise de oportunidades existentes e aconselhamento de investimento em veículos de ativos não cotados, como NPLs.

HAWKCLAW CAPITAL ADVISORS

Francisco Falcão

Sediada no Porto, esta SCI tem Francisco Falcão como fundador, e atual CIO da entidade.

Com um foco muito grande na componente de investimento obrigacionista, a entidade aponta atenções para algumas estratégias e temáticas de investimento, como explicava recentemente Francisco Falcão. São elas a digitalização, a cibersegurança, jogos de computador, comércio online, descarbonização, eletrificação ou energias renováveis. Em 2019, a entidade foi mesmo a primeira SCI nacional a aderir aos PRI das Nações Unidas.

A entidade acredita na relevância das questões ambientais, sociais e de governança corporativa (ESG) visto que podem afetar o desempenho das carteiras de investimento ao longo do tempo a vários níveis dentro das empresas, dos sectores e regiões.

PRIVATE SCI

Pedro António

A Private SCI nasceu do track record de alguns profissionais da área financeira, nomeadamente da área de banca privada. É esse também o background de Pedro António, managing partner.

A entidade apresenta como bandeiras a independência, a isenção e a segurança na tomada de decisão sobre os seus instrumentos financeiros estratégicos, conforme se pode ler no seu website.

Num artigo da FundsPeople Pedro António destacava a flexibilidade de atuação que as SCI têm, mas também a importância da comunicação que estabelecem com o seu cliente.

Pedro António, Luís Santiago Pinto, Luís Araújo e Mafalda Dutschke, são os quatro partners da entidade.

PARTNERS2U

Emanuel Vieira e Alexandre Mota

É mais uma SCI que se estabelece a norte do país, em concreto no Porto. Em 2020 reviu o seu posicionamento no mercado e afinou a sua forma de atuar. Um processo que resultou da obtenção do CFA Charterholder por parte dos dois consultores da casa, Emanuel Vieira e Alexandre Mota.

Nessa clarificação de posicionamento a entidade identifica três níveis de serviço que prestam. O mais abrangente, o “Full Advising”, tem em conta o enquadramento completo patrimonial do cliente; um segundo nível, apelidado de “Asset Management Advising”, consiste na alocação estratégica do portefólio e recomendações de investimento de acordo com o perfil de investidor do cliente. Por fim, o serviço mais simples, o  “Auditing Advising”, como contavam à FundsPeople.

Os ETF são um dos instrumentos de eleição da entidade, embora também privilegiem o investimento direto, nomeadamente em dívida pública.

A equipa é constituída por Alexandre Mota, CFA, CEO da entidade e Emanuel Vieira, CFA, que assume as funções de CIO.

REAP FAMILY OFFICE

Bernardo Ribeiro e Pedro Assunção

Bernardo Ribeiro e Pedro Assunção fundaram o Reap Family Office em 2010. Os dois profissionais uniram a experiência na banca privada com a experiência no research e na gestão de ativos, para criar esta sociedade.

São da opinião de que neste negócio “uma solução nunca serve todos, e por vezes serve mesmo apenas para um”, como contavam num artigo da revista FundsPeople, com o contributo de outras SCI.

Como valências, no seu website destacam por exemplo a consolidação de contas e rentabilidade que fazem, com a “produção de um relatório próprio consolidando toda a informação dos diversos bancos”.

Bernardo Ribeiro e Pedro Assunção são fundadores e managing partners da entidade.

PROTESTE INVESTE – Consultoria para Investimento (TREE FAMILY OFFICE)

Pedro Catarino

Trata-se talvez da SCI mais peculiar. Quanto mais não seja porque é detida pela DECO PROTESTE, integrando o Grupo Euroconsumers. Pedro Catarino é o responsável de negócio desta SCI nascida há quatro anos, numa altura em que, como contou recentemente o profissional à FundsPeople, ainda se faziam sentir os efeitos da última crise financeira.

Nesta sua primeira fase de existência a entidade dedica-se ao aconselhamento de diferentes tipos de clientes, especialmente investidores particulares e famílias com elevados patrimónios. O objetivo da entidade é ter uma visão completa do património familiar do cliente. De momento, a entidade está a trabalhar diferentes “dimensões e abordagens” ao nível de produto e de mercado, para assim servirem outras necessidades já identificadas.

Outras SCI listadas pela CMVM sem informação disponível online:

  • ASTEER – Sociedade de Consultoria para Investimento, Unipessoal LDA
  • KPX Consultoria de Investimento
  • PPSA (Europe)

Consulte ainda os consultores de investimento que operam de forma autónoma, presentes no website da CMVM:

  • Ana Maria Celestino Alberto dos Santos Costa Pereira
  • Hugo Ricciardi O Neill
  • Manuel Alberto Gaspar Soares
  • Pedro Braga da Cruz